Ulbra promove Oficina de Criação Literária

A Ulbra está promovendo, através do curso de Letras, uma Oficina de Criação Literária. As inscrições podem ser realizadas até o dia 2 de setembro, através do site www.ulbra.br/canoas/extensao/curso/270/oficina-de-criacao-literaria-da-ulbra e as vagas são limitadas.

O objetivo da Oficina de Criação Literária é estimular a compreensão, o estudo e o exercício do processo de escrita. No curso, são abordadas a prática, a discussão de textos e a troca de experiência, a partir da produção de textos e aplicação das técnicas estudadas no decorrer dos encontros.

A oficina possui 40 horas entre aulas presenciais e semipresenciais. Mais informações podem ser obtidas na coordenação de Extensão, na sala 121 do prédio 6 do campus Canoas (Avenida Farroupilha, 8.001, bairro São José), pelo e-mail extensao.canoas@ulbra.br ou, ainda, por telefone (51) 3477.4000 Ramal 2626.

Fonte: ACS Ulbra

Prêmio Estácio de Jornalismo divulga os nomes dos finalistas

Foram revelados os 24 finalistas do Prêmio Estácio de Jornalismo. Nesta semana, a instituição de ensino responsável pela premiação divulgou a lista com os nomes de todas as reportagens (e dos jornalistas responsáveis pelos trabalhos) que seguem na disputa. O evento vai prestigiar matérias em oito categorias: impresso, TV, rádio e internet; com todas sendo divididas em “Nacional” e “Regional”.

Imagem: Divulgação

Os finalistas foram definidos pelo comitê julgador formado por Augusto Nunes (colunista da Veja.com e apresentador da TV Cultura), Cristiane Correa (ex-editora-executiva da revista Exame), Ilona Becskeházy (olunista da Revista Gestão Educacional), Renata Cafardo (ex-repórter da TV Globo e do Estadão) e Vera Íris Paternostro (gerente da TV Globo). O grupo decidirá, ainda, quem levará o “Grande Prêmio Estácio”.

A reportagem contemplada com o Grande Prêmio Estácio deste ano levará R$ 25 mil. Nas divisões de “Nacional”, cada trabalho ganhador receberá R$ 15 mil; enquanto que na parte “Regional” o vencedor será prestigiado com R$ 10 mil. Os ganhadores serão revelados em cerimônia realizada na noite de 6 de outubro, em um dos mais novos pontos turísticos do Rio de Janeiro, o Museu do Amanhã.

Confira, abaixo, a lista completa dos finalistas do Prêmio Estácio de Jornalismo 2016:

IMPRESSO

Nacional
Autor(es): Isabela Moreira
Reportagem: ROMPENDO O SILÊNCIO
Veículo: REVISTA GALILEU

Autor(es): Marina Kuzuyabu
Reportagem: O QUE ELES ESPERAM DO ENSINO SUPERIOR
Veículo: ENSINO SUPERIOR

Autor(es): Flavia Yuri Oshima
Reportagem: COMO O BRASIL DESPERDIÇA SEUS TALENTOS
Veículo: ÉPOCA

Regional 
Autor(es): Pedro Moraes
Reportagem: A UERJ PEDE SOCORRO
Veículo: VEJA RIO

Autor(es): Raquelle Wacemberg e Paulo Trigueiro
Reportagem: FACULDADES: FRAUDES CONTINUAM
Veículo: FOLHA DE PERNAMBUCO

Autor(es): Veronica Almeida e Guga Matos
Reportagem: 100 ANOS DE MEDICINA
Veículo: JORNAL DO COMMERCIO (Recife)

TV

Nacional 
Autor(es): Bianca Vasconcellos, Luana Ibelli, Aline Beckstein, Thaís Rosa, Allan Correia, Monique Amorim, João Marcos Barboza, Jéssica Saccól e Rodger Kenzo
Reportagem: RACISMO NA ESCOLA
Veículo: TV BRASIL

Autor(es): Phelipe Siani, Cíntia Borsato, David Faria, Rodrigo di Biase, Fábio Turci, Sheila Natal, Carlos Augusto Nunes, Fernanda Saviolo, Lúcio Rodrigues, Nayla Duarte, José Alan e Fernando Guilherme
Reportagem: O QUE ACONTECEU COM O FIES?
Veículo: TV GLOBO

Autor(es): Lana Canepa e equipe
Reportagem: EDUCAÇÃO IDOSOS
Veículo: TV JUSTIÇA

Regional
Autor(es): Talita de Paula Amaral, Alex Magosso e William Souza
Reportagem: FLECHAS DO SABER: ENSINO SUPERIOR TRANSFORMA INDÍGENAS E SUAS ALDEIAS
Veículo: REDE MASSA (Maringá – PR)

Autor(es): Lyana Ribeiro, Elba Aquino, Luis Carlos de Lima, Laerto Xenofonte e Aline Menezes
Reportagem: CARIRI: FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO
Veículo: TV DIÁRIO (Fortaleza)

Autor(es): Rayssa Alves e equipe
Reportagem: JOVEM CIENTISTA
Veículo: TV GUARÁ RECORD NEWS (São Luís)

RÁDIO

Nacional
Autor(es): Jéssica Gonçalves
Reportagem: ENTRE OS MUROS DA UNIVERSIDADE
Veículo: RÁDIO NACIONAL – EBC

Autor(es): Tâmara Freire
Reportagem: LEI DE COTAS COMPLETA TRÊS ANOS E ESTUDANTES MOSTRAM BOM DESEMPENHO
Veículo: RÁDIO NACIONAL – EBC

Autor(es): Larissa Mantovan e Janaína Oliveira
Reportagem: PROGRAMAS TRANSFORMAM VIDAS POR MEIO DO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR
Veículo: AGÊNCIA RÁDIOWEB

Regional
Autor(es): Anderson Souza e Débora Pereira
Reportagem: O MERCADO DAS FACULDADES PIRATAS
Veículo: CBN (Recife)

Autor(es): Luciano Augusto, Cleide Selma e Rafael Lopes 
Reportagem: AGRESSORES EM TERAPIA
Veículo: LIBERDADE FM (Aracaju)

Autor(es): Jack de Carvalho, Letícia Lima, Elon Nepomuceno, Dina Sampaio, Ariane Cajazeiras e Jackson de Moura
Reportagem: ACESSIBILIDADE: O ENSINO SEM BARREIRAS NAS UNIVERSIDADES
Veículo: BAND NEWS FM (Fortaleza)

INTERNET

Nacional 
Autor(es): Marcelle Souza
Reportagem: O SONHO DO DIPLOMA
Veículo: UOL

Autor(es): Luiza Tenente
Reportagem: MÃES QUEREM DIREITO DE LEVAR OS FILHOS PARA SALAS DE AULA EM UNIVERSIDADES
Veículo: G1

Autor(es): Marina Lopes e Vinícius de Oliveira
Reportagem: SÉRIE DESAFIOS E CAMINHOS PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO BRASIL
Veículo: PORVIR

Regional 
Autor(es): Marília Banholzer
Reportagem: DIPLOMA PARA QUÊ? ESCOLHA SEU CAMINHO
Veículo: PORTAL NE 10 (Recife)

Autor(es): Felipe Lima
Reportagem: SERTÃO DE OPORTUNIDADES
Veículo: TRIBUNA DO CEARÁ

Autor(es): André Mazini
Reportagem: TRANSTORNOS MENTAIS AFETAM PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS EM MS
Veículo: PORTAL DE NOTÍCIAS UEMS (Dourados – MS)

Fonte: Portal Comunique-se

Site oferece microbolsa para reportagens sobre futebol

Imagem: Divulgação

O site Puntero Izquierdo abriu uma microbolsa de reportagem para jornalistas interessados em produzir material sobre futebol. Ao todo, cinco propostas de pauta serão financiadas no valor de R$ 3 mil.

As pautas devem ser enviadas para o Puntero Izquiero até 5 de setembro, seguindo as instruções do site.

O processo de seleção das pautas será realizado em duas etapas. Na primeira, um grupo de jornalistas convidados irá selecionar as 10 melhores propostas, baseando-se nos critérios de originalidade e relevância, consistência na pré-apuração, viabilidade econômica, experiência e capacidade de execução e recursos e métodos utilizados.

Mauro Beting e Flávio Gomes (Fox Sports); Leonardo Bertozzi e Gabriela Moreira (ESPN); Alexandre Alliatti (GloboEsporte.com) e Leandro Demori (editor do Medium Brasil) serão os jornalistas que irão avaliar os materiais.

Os vencedores serão definidos pelos leitores que apoiaram o Puntero Izquierdo durante a campanha de financiamento coletivo que deu origem ao site. O resultado final será divulgado no dia 11 de setembro.

Fonte: Portal Comunique-se

Canal Sony estreia reality show ao vivo com Danilo Gentili e youtubers

O Canal Sony estreou, nesta terça-feira, o reality show ‘Entubados’, que vai mostrar o cotidiano de oito youtubers de sucesso. Além de explorar a convivência entre os participantes numa casa, a ideia é mostrar o processo de produção de vídeos dos jovens que se tornaram influenciadores digitais. O programa será exibido ao vivo todas as terças e quartas-feiras, às 21h30, e contará com apresentação do comediante Danilo Gentili.

Imagem: Reprodução

Criado pela Formata Produções, o programa terá 14 episódios e contará com a participação dos telespectadores. Durante a competição, os youtubers deverão realizar desafios em grupos e terão que surpreender na criação de conteúdo, de acordo com o tema da semana. Os vídeos serão publicados no perfil oficial do Canal Sony no YouTube para que o público possa escolher seu favorito. O time que tiver mais likes vence a prova.

Ao longo da semana, os participantes também seguirão com os desafios individuais, que serão divulgados em seus respectivos canais. Gentili escolherá o vencedor da tarefa, que recebe uma vantagem para a próxima prova em grupo. Diferentemente de outros realities, os “entubados” não serão eliminados semanalmente, mas formarão um ranking com a pontuação acumulada. Ganha aquele que encerrar o programa na primeira posição.

Fonte: Portal Comunique-se

Paulo Brito deve deixar a RBS para aceitar proposta da Band

O comunicador do Grupo RBS, Paulo Brito, deve deixar a empresa após quase 30 anos de trabalho. Conforme informou ao Coletiva.net, há um ‘namoro’ com o Grupo Bandeirantes, que ainda não se concretizou em função das férias do diretor-geral, Leonardo Meneghetti, que deve retornar ao trabalho na próxima segunda-feira.

Imagem: Arquivo Pessoal

O jornalista afirmou, ainda, que a empresa atual “não fala mais a sua linguagem”, pois está em processo de renovação de profissionais, tornando-se uma emissora mais jovem. Além disso, revelou que sente muita falta de atuar em rádio, algo que não consegue mais espaço na RBS. Caso acerte com a Band, a ideia é que tenha participação no rádio, assim como na TV, o que, segundo Brito, torna a proposta bastante atraente.

Em contato com o portal, o diretor de Jornalismo da Bandeirantes, Renato Martins, não confirmou o acerto, mas explicou: “Estamos sempre conversando com diversos profissionais do mercado, e é sempre interesse da emissora trazer os bons para cá”.

O Grupo RBS ainda não se manifestou sobre o assunto.

Fonte: Coletiva.Net

Agosto Cultural movimenta Ulbra Canoas

Exposição de quadros é um dos eventos do Agosto Cultural Imagem: Larissa FerreiraEstá acontecendo, desde o dia 8 deste mês, o Agosto Cultural, na Ulbra Canoas. O evento reúne diversas atividades organizadas por diferentes cursos da Universidade. Além de apresentações culturais, há também exposições e outros eventos que promovem e aproximam a comunidade da cultura.

Durante os quinze dias do evento, diversas atividades já movimentaram os alunos, professores e funcionários da instituição. No dia 16, o Coral Ulbrati realizou uma apresentação no restaurante Universitário. O curso de Jornalismo promoveu a exibição do filme “Que horas ela volta?” para alunos de Canoas participantes do projeto de Extensão Cine Diversidade e para a comunidade acadêmica. O curso de Pedagogia, em parceria com o de Educação Física, exibiu e debateu o documentário “O começo da vida”, no projeto de Extensão Centro Interdisciplinar de Estudos em Psicomotricidade Relacional – CIEPRE. O Curso de Extensão Pintura a Óleo Acrílica realizou uma exposição de quadros, no saguão do prédio 6.

O curso de Design de Moda organizou uma ação social inusitada, a fim de arrecadar roupas para as pessoas que necessitam. Cabides foram espalhados pela Ulbra, principalmente nas paradas de ônibus e pontos de vans. Quem tivesse roupas para doação, deveria colocar no cabide e quem precisasse, por sua vez, poderia levar a peça para casa. A ação está acontecendo desde o dia 15 e vai até o dia 30 de setembro.

Nesta quarta-feira, dia 24, a Orquestra Sinfônica da Ulbra apresenta os clássicos da banda Queen. O musical, também faz parte das comemorações referentes aos 44 anos da Instituição. Os convites são gratuitos e estão disponibilizados no espaço Extensão, no prédio 6, desde o dia 15 deste mês.

Na quinta-feira, dia 25, o Instituto de Línguas da Ulbra (Ilulbra), em parceria com a Assessoria de Relações Internacionais, promoverá o “Café com Idiomas”. Este evento tem por objetivo estimular a prática da língua inglesa e o exercício da fluência do idioma estrangeiro, com conversação em inglês e espanhol. O encontro acontece das 18h às 19h, no café do prédio 6, é gratuito e aberto ao público.

 

Curso de Jornalismo faz reunião de pauta para a Semana da Integração do semestre

Imagem: Reprodução

Acontece, nesta quarta-feira, dia 24, no auditório 119, do prédio seis, a primeira reunião para debater a Semana de Integração deste semestre. O projeto, que já está na sua segunda edição, trabalha interdisciplinarmente para produzir produtos jornalísticos sobre determinado tema. O assunto desta vez será “A Crise na Democracia Brasileira”.

Segundo o coordenador do curso de Jornalismo, Deivison Campos, no encontro, serão apresentadas as pautas elaboradas na disciplina de Processos Jornalísticos, definidos os produtos a serem produzidos (reportagem multiplataforma e webdocumentário) e qual será a função de cada disciplina no projeto de produção. Todos os alunos do curso devem comparecer a reunião. A Semana de Integração acontecerá entre os dias 7 e 11 de novembro.

Ulbra realiza reciclagem de papéis não utilizados pelos setores do Campus

A Ulbra Canoas está realizando o recolhimento de papéis (branco, colorido, jornais, revistas e papelão) para reciclagem. A equipe de Serviços Gerais do setor de Suporte Administrativo realiza a coleta desses papéis todas as quintas-feiras mediante chamado via GLPI. No entanto, os chamados devem ser encaminhados até as quartas-feiras para a melhor organização e planejamento da logística interna.

Após o recolhimento, os resíduos serão encaminhados ao Setor de Gestão Ambiental e Paisagismo, que realizará o gerenciamento e a devida reciclagem com empresa legalmente licenciada pelo Órgão Ambiental competente. O acondicionamento pode ser feito em caixas de papelão ou sacos plásticos identificados e segregados (somente os papéis). Obs.: guardanapos de papel não estão incluídos nessa classificação de reciclagem.

 

Dicas do setor de Gestão Ambiental e Paisagismo:

Não gerar: evitar a geração, utilizar meios eletrônicos;

Reduzir: reduzir a geração, imprimir somente o necessário;

Reutilizar: evitar o desperdício utilizando o mínimo de papel e, quando possível, utilizar o verso;

Reciclar: através de chamado via GLPI, conforme orientações acima.

Dúvidas podem ser sanadas através dos ramais 9203 – Gestão Ambiental e Paisagismo ou 9135 – Suporte Administrativo.

Fonte: Ulbra

Estudantes recebem homenagem do CIEE

Acontece na próxima quarta-feira, 24 de agosto, a partir das 19h, a 5ª edição do diaE. Promovido pelo Centro de Interação Empresa Escola do Rio Grande do Sul. O evento tem por objetivo comemorar o dia do Estudante trazendo profissionais para debater assuntos importantes e contemporâneos com os alunos gaúchos.

No Teatro do CIEE, na Avenida Dom Pedro II, 861, em Porto Alegre, o encontro começa às 19h, com o credenciamento do público. O momento contará com a presença do comunicador da Rádio Atlântida, Rodrigo Adams. Quem realizará a abertura será o Cláudio Bins, Gestor de Relações Institucionais do CIEE-RS.

Antonia Wallig, às 20h, falará sobre educação, processos colaborativos e a relação com a arte. Logo após, o momento será dedicado para falar sobre estágios, empreendedorismo e foco com a convidada, Susana Jung.Gustavo Mini debate o mindset da comunicação na era da tecnologia. Francisco Estivallet fala sobre futurismo, tecnologia e mudanças. A liberdade de criar será o tema da conversa com Ana Emilia Cardoso. Após os debates, acontece o encerramento do evento com a distribuição de brindes para o público.

Um ônibus, saindo da Ulbra Canoas, será disponibilizado caso haja 40 pessoas confirmadas até esta noite. Inscrições na Coordenação do curso. Quem preferir, pode ir direto para o local do encontro. A entrada é gratuita.

Google lança plataforma de chamada de vídeo

O Google anunciou nesta semana o aplicativo de ligações em vídeo Duo, disponível para sistemas Android e iOS. A plataforma, rival do Skype, já está disponível no Brasil e promete deixar as chamadas menos complexas, tendo sido criado para funcionar “mesmo em redes lentas”, além de não exigir uma conta no Google para ser usado.

O aplicativo foi mostrado pela primeira vez na conferência Google I/O, realizada em maio deste ano na Califórnia, nos Estados Unidos. Agora, o lançamento gratuito foi disponibilizado em 78 idiomas. Um dos maiores diferenciais do serviço é o fato de que a qualidade da chamada se ajusta às condições de rede, para que os usuários continuem conectados de forma estável. 

Outra novidade é o recurso Knock Knock, que permite que o usuário veja um vídeo ao vivo da pessoa que está ligando antes mesmo de atender a chamada, na própria tela de desbloqueio. A funcionalidade, no entanto, não é suportada no iOS e o app só funciona em iPhones quando já está aberto no aparelho. Todas as chamadas realizadas pelo serviço são criptografadas. 

Fonte: Portal Comunique-se

Em parceria com outras emissoras, TVE veicula “Minuto do Candidato”

Com o objetivo de mostrar as propostas dos postulantes às prefeituras de Porto Alegre e de cidades do Interior, a TVE promoverá o quadro ‘Minuto do candidato’. A partir do mês de setembro, os eleitores da Capital, Caxias do Sul, Pelotas, Canoas e Santa Maria saberão o que os concorrentes planejam para essas cidades, caso sejam eleitos.

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

O chefe de Jornalismo da emissora, Raul Ferreira, explicou ao Coletiva.net que a ideia do quadro é proporcionar aos candidatos um minuto para que eles resumam o que há de mais importante nas suas propostas. Ferreira adiantou, ainda, que será transmitido um vídeo por dia no canal aberto e que estão programados nove VT’s em Porto Alegre, seis em Caxias do Sul, quatro em Canoas, sete em Pelotas e oito em Santa Maria.

Fonte: Coletiva.Net

Os malefícios do WhatsApp

Num olhar inicial, o WhatsApp parece ser um grande aliado das comunicações pessoais e profissionais, já que tudo ocorre de forma instantânea e que não há limite para enviar ou receber mensagens.

De acordo com o site oficial do aplicativo, as conversas em Grupo “permitem que você fale com até 100 pessoas ao mesmo tempo, sendo uma ótima forma de estar em contato com sua família, amigos ou colegas de trabalho”.

Então, a criação de um grupo seria para facilitar a conversa com colegas de trabalho ou grupos de estudos, contribuindo para a evolução da carreira profissional de todos os usuários envolvidos.

Não entendo aqueles que ficam procurando Grupos na Internet para entrar. Se você faz, isso, desculpe-me você é um Fracassado Solitário.

Atualmente, já existem vários sites especializados em Busca de Grupos de diversos tipos de crenças, religiões, estilos de vida, times, ritmos musicais, política, fofocas, pornografia, profissões e concursos. Estes site seriam úteis para buscar Fóruns, onde usuários possam debater e resolver problemas. Se as buscas fossem sobre Grupos do Facebook, talvez eu entenda, não é discriminação, mas, um Grupo no Facebook tem muito mais recursos para compartilhamento de arquivos, dados, imagens, vídeos, entre outros.

Caso você ache que estou brincando, veja estes exemplos:

Durkheim – um dos pais da Sociologia – se baseia no princípio de que o homem foi apenas um animal selvagem que vivia, mas, não sabia viver, e só melhorou (processo de humanização) quando aprendeu hábitos, características e costumes de grupo social para poder conviver e sobreviver. Com base nesse pensamento, vemos que a socialização está regredindo.

Falando um pouco sobre a modernidade líquida de Bauman, cuja teoria foi criada para constituir e firmar a ideia de sistema sociológico passageiro, veloz e substituível; As amizades no Whatsapp começam, passam por problemas, são quebradas, às vezes reatadas, outras não, algumas se tornam um começo de namoro, mas, a verdade e que são extremamente complicadas.

Nesses tempos, a felicidade de alguns amigos é “criar um grupo”, pois pensam que nele terão individualidade, poder e a sensação de fazer parte de “sociedade secreta”. A aliança formada por esses grupos de amigos é incrível, eles combinam um nome legal, boa foto para ser o ícone, colocam regras que somente eles entendem, é uma grande questão de amor e ódio dentro de um simples aplicativo.

Sair de um grupo é o término, ali acaba tudo, aquela sociedade acabou, a raiva consome vários dentro do grupo e quando saem sem explicação é ainda pior. Parecem questões de término de namoro ou separação de casamento: “eu quero um tempo”, “não estamos dando certo”, “não é você, sou eu”. Quando aparece a frase “Joãozinho saiu”, para muitos é uma decepção, ainda mais para o administrador daquele grupo. Sair assim é uma audácia das mais perigosas, você saiu de uma “sociedade secreta” e “só há uma maneira de sair”, no caso, o risco de destruir uma amizade.

“Em tempos de grupos no Whatsapp, a conversa olho a olho se tornou banalizada e é ali mesmo que a roupa suja será lavada. Seja por áudio, seja pela escrita, o Whatsapp se tornou meio de comunicação que vem excluindo – involuntariamente – as outras formas de manter contato”, Dani Fechine em Amizade em tempos de whatsapp.

A alienação de algumas pessoas por conta de apps como estes, demonstra a supervalorização do ambiente virtual acabando com o diálogo e o convívio com outros indivíduos. A verdade é que, para conviver na era do Whatsapp, é preciso ter a consciência de que ele não foi feito para desunir, atrapalhar ou bagunçar, mas para facilitar. É necessário excelente mentalidade para entender que nem todo mundo é totalmente favorável a esse meio de vida. É que em tempos de Whatsapp quem tem amigo na vida real é rei!

Tenho 29 grupos:

23 são bastante ativos;

09 não queria estar, mas, se eu saísse ia magoar pessoas;

07 são referentes a assuntos estudantis;

02 eu não consigo sair, pois, me colocam novamente;

06 são de atividades extracurriculares;

02 são de amigos que você não vê a muito tempo;

03 são referentes a coisas familiares;

16 destroem a paciência, mas, são importantes…

Todos os meus Grupos estão silenciados por um ano – pois não dá para colocar mais que isso – e não mostram as notificações. Só acesso quando eu posso ou quero.

Agora vamos dizer que você me achou um babaca e que nada disso ocorre de verdade. Então a esses indivíduos eu peço que, pelo menos, tentem sair da frente da telinha do smartphone e tentar se socializar mais. E, quando estiver dentro do mundo WhatsApp, tente pelo menos reduzir algumas coisas:

1 – Tente reduzir as imagens de animais e crianças dizendo “Bom Dia”, “Boa Tarde” e “Boa Noite”. Não é necessário mandar todos os dias, três vezes ao dia. Reduza, e recomece com um simples texto;

2 – Pense duas vezes antes de mandar mensagem no grupo. Se não interessar ou envolver, pelo menos, metade do grupo, mande no particular.

3 – Corrente? Você conhece alguém que ficou rico, morreu ou encontrou o amor da sua vida em três dias só com aquelas mensagens? Se não, não precisa mandar. Se sim, não precisa compartilhar, fica só pra você!

4 – Só mande áudio em último caso. A pessoa que vai receber, pode estar no trabalho ou em um local publico. E os áudio se unem as musicas, não é legal.

5 – Exagero de emoji, sério? Qual a sua idade?

6 – Por favor, se você é daqueles que mandam uma palavra por mensagem, se mata! Acho que a opção “silenciar grupo” é culpa sua.

7 – Cuidado com o caps lock. Eles só são aceitáveis realmente quiser enfatizar algo ou gritar!

Resumindo:

É apavorante quando dizem animados: “Vamos criar um grupo no WhatsApp?”. “Me Mata? Por favor?”.

Fonte: Daniel Bones, Portal Comunique-se

Projeto fotográfico percorre cemitérios pelo mundo para desmistificar a morte

Jandira Marques faz manutenção de túmulos há dez anos. De segunda a sexta-feira,  ela garante que as lápides estarão sempre limpas aos fins de semana, momento em que o número de visitação aumenta.

Imagem: Clayton Khan e Duda Maués

“Meu trabalho é digno como qualquer outro, mas tem gente que não valoriza. É daqui que tiro meu sustento”, desabafou Jandira aos fotógrafos araçatubenses Clayton Khan e Duda Maués. Dessa conversa, os dois tiveram a ideia de começar  uma nova missão: desconstruir tabus.

Começou, assim, o projeto “Escaping from Life”, (“Fugindo da Vida”, em português), que registra cemitérios em várias partes do mundo para mostrar a cultura de cada povo, os personagens que vivem desta vertente de trabalho e também ajudar a desmistificar o tabu que envolve o tema morte

Eles iniciaram o projeto pelos cemitérios de Araçatuba. Fotografaram alguns de São Paulo, como o cemitério da Consolação, que é a primeira e a mais antiga necrópole em funcionamento na cidade de São Paulo e uma das principais referências brasileiras no campo da arte tumular, inaugurado em 15 de agosto de 1858.

Já levaram o Escaping from Life para algumas cidades do estado de São Paulo, como Campinas, Itu, Itapetininga, Ribeirão Preto e outras. No mês de julho deste ano, percorreram diversos locais de sepultamento do Peru, Bolívia, Argentina e Uruguai. Suas próximas paradas serão em outras cidades e estados do Brasil. Já no final do ano, o destino serão alguns países da Europa, como Itália, França e também Inglaterra.

Os fotógrafos explicaram a ideia e como pretendem expor esse projeto futuramente: ” a nossa ideia é percorrer os cinco continentes e revelar e desmitificar tabus; quebrar barreiras, sejam elas visuais, emocionais ou culturais. Futuramente queremos de alguma forma expor todas as nossas experiências seja por meio de uma exposição fotográfica, vídeos ou até mesmo um livro”.

Fonte: Portal Imprensa

Jornalista lança livro que resgata história de sargento vítima da ditadura

O sargento Manoel Raymundo Soares foi capturado por militares, em março de 1966, quando planejava distribuir panfletos contra a presença do marechal Humberto Castelo Branco, em Porto Alegre. Após sofrer torturas para que entregasse seus companheiros de resistência, foi enviado à Ilha do Presídio, também na capital gaúcha, onde acabou sendo assassinado.

Imagem: Daniel Isaia/Agência Brasil

A história de Manoel foi transformada em livro pelo escritor e jornalista Rafael Guimaraens. A obra O sargento, o marechal e o faquir foi lançada na quinta-feira passada, dia 11 de agosto,  em Porto Alegre, em evento que teve a presença do coordenador da Comissão Estadual da Verdade gaúcha, Carlos Frederico Guazzelli, e de Suzana Lisbôa, da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos.

Ao público presente, o autor e os convidados contaram detalhes sobre a história do sargento, que ficou conhecida como o “Caso das Mãos Amarradas” — devido ao fato de o corpo da vítima ter sido encontrado dessa forma no rio Guaíba por pessoas que pescavam naquelas águas. O caso completa 50 anos.

O título da obra faz referência a três personagens que ditam o ritmo do livro: o sargento Manoel Raymundo Soares, protagonista da história; o marechal Humberto Castelo Branco, primeiro presidente do regime militar; e o ex-faquir Edu Rodrigues, que traiu Manoel e o denunciou para os militares, causando a sua prisão.

Fonte: Portal Comunique-se

Notícias da Agex – Informativo 168

Não é toda semana que alguém faz 44 anos. Em celebração ao seu aniversário, a Ulbra promoveu um culto, que lotou a capela. No 168º info, tratamos sobre o evento. Aliás, você percebeu o aglomerado de pessoas em fila por um cartão nesta semana? É a Caravana de Meia-Entrada que está acontecendo. Também tem neste info.

Notícias da Agex – Informativo 167

Entre leitura e jogos, a Ulbra abrange os dois. Nesta edição, tratamos sobre o IV Encontro Fome de Ler, que aconteceu logo ali, na Estação do Livro. A Caçada de Pokémons também rendeu matéria: o evento atraiu alunos de vários locais. Ta a fim de conferir os próximos eventos do calendário da Comunicação? Tem no informativo também!

Seminário de Pesquisa deste semestre aborda comunicação e política

Imagem: DivulgaçãoO V Seminário de Pesquisa em Comunicação, serárealizado no dia 30 de agosto, terça-feira, às 19h no auditório 14B do prédio 14.

Os convidados deste semestre são a professora Maria Helena Weber, da UFRGS, uma das pesquisadoras brasileiras mais conceituadas na área de Mídia e Política, e Angelo Neckel, egresso do curso de Jornalismo, mantendo a tradição de trazer um pesquisador mais experiente e um iniciante, já que o objetivo do seminário é aproximar os alunos de graduação da pesquisa.
O curso de Gestão Pública é parceiro do evento nesta edição e irá transmitir ao vivo o evento para polos EAD de todo o país.

Culto celebra 44 anos da Universidade Luterana do Brasil

Convidados celebram 44 anos da Universidade Luterana do Brasil. Imagem: Fernando Pires

Foi celebrado, na tarde desta terça-feira, 16 de agosto, o Culto em comemoração aos 44 anos da Universidade Luterana do Brasil, na Capela da Ulbra Canoas. Com lotação total, o evento contou com a presença de alunos e funcionários da Universidade, inclusive de outros polos, da Orquestra de Câmara e as autoridades da Instituição como o reitor, o vice-reitor, o diretor do campus Canoas, entre outras.

O maestro e pastor Paulo Brum abriu o encontro dando boas vindas aos presentes e logo depois convidou o Pastor Lucas para deixar uma mensagem a todos os convidados. Lucas destacou as dificuldades enfrentadas pela Universidade ao longo desses 44 anos e comparou com as situações da vida. Disse que os momentos bons existem, mas os ruins também e que esses são positivos para o crescimento de qualquer pessoa ou organização.

Depois da mensagem do pastor, o Coro dos Colaboradores de Serviços Gerais, projeto de humanização realizado pela diretoria do campus em parceria com a pró-reitoria e a Assessoria de Comunicação Social, foi convidado para cantar com o maestro Paulo Brum a música “O amor de Deus”. Após a apresentação, o grupo foi aplaudido de pé por todos os presentes.

Após a cerimônia, foram chamados os alunos do curso de Design da Ulbra de Carazinho: Amanda Barlete Pereira, Tiago Baldo e Vitória Wentz Schwaab, que venceram o concurso da criação da marca dos 500 anos da Reforma Luterana, para que apresentassem o projeto e, logo em seguida, recebessem o prêmio pela conquista.

O diretor do campus Canoas, Erivaldo Diniz, parabenizou a Universidade pelo aniversário, agradeceu pelo tempo que está na instituição e aproveitou para destacar um feito inédito. Segundo ele, o número de matrículas neste semestre superou o número do semestre passado. Ele enalteceu o crescimento da Universidade e agradeceu o esforço de todos. Para finalizar, o reitor foi convidado e também parabenizou a instituição, recordou momentos difíceis e comemorou o crescimento dos últimos anos.

União Estadual dos Estudantes realiza Caravana da Meia-Entrada

A União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Sul está promovendo, durante esta semana, na Ulbra Canoas, a Caravana da Meia-Entrada. Cada dia da semana, a começar por segunda, os alunos estiveram presentes nos prédios da universidade fazendo a Carteira Nacional do Estudante na hora. Para fazer o documento, é necessário ter em mãos o atestado de matrícula, uma foto, que pode ser tirada na hora ou levada no celular, cópia do RG e CPF e o valor de R$25,00 para a taxa de confecção.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Nesta quarta-feira, a Caravana estará no saguão do prédio um, na quinta-feira, no prédio 14 e na sexta-feira também no prédio um. O horário de atendimento será das 10h às 22h quarta e quinta e das 10h às 17h na sexta-feira.

Com a Carteira Nacional do Estudante, os alunos têm direito a pagar somente metade do valor da entrada em cinemas, teatros, shows, estádios de futebol, entre outros eventos. A lei da meia-entrada foi modificada e entrou em vigor no final do ano passado. A lei assegura, ainda, que 40% do total de ingressos dos eventos sejam destinados à meia-entrada.

Quem preferir pode solicitar a Carteira Nacional do Estudante através do site: meiaentradaonline.com.br ou ir até a sede da União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Sul, localizada no Mercado Público, no Centro de Porto Alegre.

 

Campanha gaúcha é premiada em festival nacional

O primeiro festival brasileiro de filmes sobre mobilidade e segurança no trânsito Mobifilm premiou a campanha gaúcha ‘Vida em 25 segundos’, na categoria ‘Entidades e ONGs’, das estudantes do curso de Publicidade e Propaganda da ESPM, Ana Paula Schmiedel, Carolina Kempfer, Giovana Barbieri e Luísa Jara.

Desenvolvido para a Fundação Thiago de Moraes Gonzaga e o Vida Urgente, o vídeo foi produzido nas disciplinas de Produção Audiovisual 2 e Campanha Institucional e Governamental, e foi exibido em 12, 13 e 14 de agosto, no Centro Cultural, em São Paulo.

Durante a programação, além do filme produzido pelas universitárias gaúchas, foram exibidas outras 79 produções. O objetivo, conforme a organização, é estimular a população a refletir e propor soluções sobre o tema, além de dar conhecimento da produção audiovisual sobre o assunto.

Fonte: Coletiva.Net

Em exposição, publicitária apresenta viagem de bicicleta ao Vietnã

A partir desta terça-feira, a fotógrafa e publicitária Bell Boniatti apresentará a exposição ‘Viêt’, resultado da viagem de 30 dias que fez ao Vietnã, onde percorreu cerca de 1,4 mil quilômetros de bicicleta. A mostra, que se iniciará às 19h, no espaço Nevermore (alameda Major Francisco Barcelos, 127), em Porto Alegre, será gratuita e aberta ao público. Segundo ela, as 30 fotos que serão expostas traduzem as cores e os costumes vietnamitas.

Imagem: Divulgação

A ideia, conforme explica a fotógrafa, surgiu em 2015 a partir da vontade de conhecer o país asiático e, de acordo com Bell, o território é nitidamente assombrado pela guerra.

Ainda de acordo com a publicitária, a escolha pela bicicleta se deu por ser um veículo ecologicamente correto, mais barato e, principalmente, contemplativo. “Do sul ao norte, sob o calor dos trópicos e montanhas quilométricas, a vista natural e o incentivo dos nativos à beira da estrada recompensavam qualquer cansaço”, garante.

Fonte: Coletiva.Net

Estúdio gaúcho cria tipografia para série norte-americana

O seriado norte-americano Roadies usou uma tipografia desenvolvida pelo estúdio gaúcho Frente, coordenado pelo professor e coordenador do curso de Design da Univates, Rodrigo Brod, e pelos diplomados Germano Redecker e Vagner Zarpellon.

Foto: Divulgação

A fonte ‘Frente H1’ está presente no título e nos créditos da série e, conforme o docente, o projeto nasceu como uma experiência tipográfica despretensiosa. “Dos primeiros esboços até o contato da Warner foram três anos, mais de 260 mil downloads e uma surpresa atrás da outra”, conta.

A tipografia ganhou visibilidade internacional ao ser escolhida pela Warner para a nova série, que ainda não tem previsão de estreia no Brasil. Nos Estados Unidos, o seriado já está em exibição no canal norte-americano Showtime.

Fonte: Coletiva.Net

Zero Hora cria campanha para entender e transformar o mundo ao lado dos gaúchos

O jornal Zero Hora iniciou a fase externa da campanha que apresenta o seu novo posicionamento ao público gaúcho. “Perto para Entender. Junto para Transformar” têm objetivo de impactar o povo com peças na TV, jornal, rádio e internet.

Imagem: Divulgação

Com filme publicitário veiculado em primeira mão no intervalo do ‘Jornal do Almoço’, exibido pela RBS TV no sábado, o jornal resume o compromisso com os leitores e reafirma seu DNA: estar próximo das pessoas e fazer parte das transformações no Rio Grande do Sul.

A campanha criada para traduzir a nova fase de ZH é resultado de trabalho de quase um ano em conjunto com a agência Escala. O processo envolveu pesquisas com assinantes, não assinantes e formadores de opinião internos e externos, discussões sobre a relação de ZH com o público e imersão da equipe no dia a dia da redação, participando de reuniões de pauta, ouvindo jornalistas e acompanhando as reportagens nas ruas.

Segundo o próprio veículo, no editorial publicado em 19 de maio de 1970, um mês após a aquisição do jornal pela família Sirotsky, ZH já se propunha a “tornar-se cada vez mais um instrumento a serviço do desenvolvimento do Rio Grande”.

Fonte: Portal Comunique-se

Projeto estudantil estimula notícias positivas no Correio do Povo

Seis alunos do ensino médio de colégios da Rede Marista foram convidados pela direção da instituição para participar de uma ação no Dia do Estudante. O objetivo do projeto era incentivar os adolescentes a modificar de maneira positiva, ainda que de forma utópica, as notícias da edição da última quinta-feira, dia 11, do jornal Correio do Povo. A ação integra a campanha publicitária ‘Aprender de todos os jeitos muda o mundo’, desenvolvida pelas escolas em parceria com a agência Selling.

Imagem: Divulgação

‘Não polua o Rio Guaíba’ e ‘Projeto da dívida dos Estados tem solução’ foram algumas das manchetes escritas por Natália Carvalho Pilar, Lia Portella Staub, Sarah Pedroso Estigarribie, Maria Eduarda Fortuna, Eduardo Wüllner e Mariana Jaenisch Barreto. Os estudantes realizaram as modificações e, após, o material foi impresso. A sobrecapa elaborada pelos jovens foi incluída na edição impressa do jornal.

Segundo a direção, outras ações de ambientação e interação serão realizadas ao longo do ano. A ideia é estimular os alunos a fazerem a diferença além do ambiente escolar. Para tanto, os alunos dos 18 colégios maristas utilizarão o Snapchat geral das unidades para contar como estão desenvolvendo a iniciativa.

Fonte: Coletiva.Net

Curso premia fotos de moradores sobre esporte nas favelas

Romper com esterótipos e estigmas sobre a favela é um objetivo compartilhado pelos três primeiros colocados do concurso fotográfico Jogos Olímpicos Cotidianos, O Esporte nas Favelas, que esperam que suas fotos ajudem a divulgar um novo olhar sobre esses territórios.

Foto vencedora do concurso Jogos Olímpicos Cotidianos Imagem: Hugo de Lima Oliveira)

Moradores de comunidades do Rio de Janeiro, Hugo de Lima Oliveira, Edwalbert Casas Novas e Igor Alves de Albuquerque foram premiados na quinta-feira, na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema, bairro nobre da zona sul da cidade. A premiação faz parte de uma parceria entre a empresa Omega, cronometrista oficial dos Jogos Rio 2016, e a organização não-governamental Viva Rio.

A foto de uma jovem ginasta ensaiando com sua fita e a favela como pano de fundo foi a vencedora do concurso. O autor da foto, Hugo de Lima Oliveira, 22 anos, mora no Complexo do Alemão, zona norte, e torce para que o Jogos Olímpicos sirvam de oportunidade para que os turistas visitem e conheçam as favelas.

Com o kit fotográfico profissional que ganhou pelo primeiro lugar, Oliveira quer alçar novos voos. Para tirar a foto vencedora, o jovem pegou a câmera emprestada do primo, Yuri Sodré de Lima, 18 anos. “Tinha feito curso de fotografia e tudo o que aprendi passei para ele. Dei um empurrãozinho para ele ganhar o prêmio”, brincou o primo.

Ao todo, 18 moradores de favelas cariocas se inscreveram e usaram seus próprios equipamentos de fotografia, como celular, tablet, câmeras caseiras ou profissionais. Os vencedores foram selecionados pelos profissionais de Comunicação da Omega e do Viva Rio.

Fonte: Portal Comunique-se

Mix FM comemora três anos em Porto Alegre com promoções para os ouvintes

Para comemorar o terceiro aniversário da rádio Mix em Porto Alegre, a empresa traz à capital gaúcha o artista Tiago Iorc para um show fechado no Bar Opinião, em setembro. Entre as ações para marcar a data também estão previstas promoções que levarão os fãs da rádio para ver de perto os artistas Filipe Ret, 2 Cellos e as bandas Cidade Negra e Fly.

Imagem: Divulgação

Outro destaque do aniversário é a ação que dará um intercâmbio, com tudo pago, para Buenos Aires. Neste caso, um ouvinte ganhará a viagem e bolsa para estudar espanhol, com direito a levar um amigo – também com tudo pago – em parceria com a agência de intercâmbio World Study.

A Mix FM considera sua atuação gaúcha consolidada, tendo como marca ser uma emissora jovem. Conforme divulgam institutos de pesquisas, como o Ibope, o público é formado por 58,69% de mulheres, 92,36% acessam a rádio pela internet e têm, na maior faixa, entre 10 e 24 anos.

Fonte: Coletiva.Net

Jornalista Laura Medina cria programa no Youtube

A jornalista e atriz, Laura Medina, que apresentava o programa Vida e Saúde, aos sábados, na RBS TV, esteve na Ulbra, na quarta-feira, dia 10. A jornalista falou sobre as dificuldades da sua nova carreira como youtuber e sobre os desafios do jornalismo na era digital.

Imagem: Larissa FerreiraLaura Medina saiu do veículo do Grupo RBS, em abril, e resolveu investir no projeto de criar um canal no Youtube, o “Vida e Saúde com Laura Medina”. O programa já estava sendo pensado há um bom tempo, uma vez que ela sabia que ele deveria sair do ar, só não sabia precisamente quando.

No canal criado no Youtube, ela posta vídeos sobre alimentação saudável, exercícios e outros assuntos relacionados à saúde. Para a realização do projeto, ela conta com a parceria do Anderson Favila, que edita e finaliza os vídeos e com a Lú Aquino, que auxilia na assessoria e, segundo Laura, é seu “braço direito”.

Laura Medina explicou que, na sua opinião, o jornalismo está passando por uma mudança importante, que gera novos desafios aos futuros profissionais: “acredito que estamos vivenciando uma transformação, pois hoje nós podemos ser os nossos próprios agentes, não precisamos necessariamente de uma empresa de comunicação para informar. Talvez seja até mais difícil, mas é muito importante”.

A jornalista explicou ainda que, apesar de estar empolgada com o programa na internet, às vezes sente certa incerteza por entrar em um meio diferente do que ela está acostumada, porém o apoio que recebe a deixa mais confiante: “eu ainda tenho medo. Eu não sei no que vai dar tudo isso, mas, por outro lado, eu já estava um pouco incomodada de estar fazendo a mesma coisa por muito tempo. Eu gosto de novidade, eu gosto do novo, e eu tenho uma família muito legal, muito boa e isso me dá um equilíbrio para poder me aventurar”.

Laura Medina é formada em Jornalismo pela PUCRS e estudou Artes Cênicas, na UFRGS, mas não chegou a concluir o curso pela dificuldade em conciliar os horários de trabalho e estudo. Ela contou que pretende continuar fazendo peças de teatro, mas que elas não são o foco no momento, uma vez que todas as atenções estão voltadas para o seu novo canal no Youtube.

Para concluir, a jornalista deixou um conselho para os futuros jornalistas: “na minha opinião, os estudantes não devem fazer somente jornalismo, acho que devem agregar ao curso uma outra especialização. Tem que cursar o jornalismo sim, pois é uma profissão importantíssima, mas tem que fazer uma outra faculdade para ter mais conteúdo”.

Notícias da Agex – Informativo 165

Vamos falar sobre cobertura das Olimpíadas? O próximo Papo de Redação, evento promovido pelo curso de Jornalismo, traz José Alberto Andrade, jornalista com mais de 20 anos de carreira, que participou da primeira equipe da rádio Gaúcha a cobrir o evento, em 1996. Nesta 165ª edição do Informativo, também tratamos sobre o workshop de Edição de Quadrinhos, que acontecerá dia 19/08. Confira!

Papo de Redação aborda cobertura olímpica

O Papo de Redação do segundo semestre deste ano, que acontece no dia 15 de setembro, abordará um tema bastante atual no país: a cobertura das Olimpíadas. O convidado para debater o assunto é o repórter da Rádio Gaúcha José Alberto Andrade.

Jornalista José Alberto Andrade realiza cobertura olímpica desde 1996 Imagem: Luiz Armando Vaz

Entre os temas a serem abordados estão as dificuldades em cobrir um evento esportivo dessa proporção e as características que um profissional deve ter para desempenhar bem uma função como esta.

Além de escrever para o blog da rádio, Andrade participa também de programas ao vivo sobre as olimpíadas, direto do Rio de Janeiro, e utiliza as suas redes sociais para manter os gaúchos atualizados, não somente sobre os Jogos Olímpicos, mas também sobre a dupla grenal.

A primeira cobertura olímpica do jornalista foi no ano de 1996, 20 anos atrás, na cidade de Atlanta, nos Estados Unidos, quando a Gaúcha mandou, pela primeira vez, uma equipe para cobrir o evento.

A professora e coordenadora adjunta do curso de Jornalismo, Gabriela Almeida, que organiza o Papo de Redação juntamente com o coordenador do curso, Deivison Campos, explicou o motivo da escolha do jornalista da Gaúcha para o debate deste semestre: “cobertura olímpica é algo factual, uma vez que as olimpíadas estão acontecendo no Brasil, mas também o escolhemos por ele ser um profissional com grande experiência nesse tipo de cobertura, ele já cobriu várias Olimpíadas e é um dos mais respeitados jornalistas esportivos do Rio Grande do Sul. Ele trabalha com jornalismo esportivo, mas foge um pouco dessa cobertura mais comum sobre futebol e isso é importante”.

O Papo de Redação acontece todos os semestres no curso de jornalismo e sempre conta com a presença de um jornalista convidado que atue em algum veículo de comunicação. No segundo semestre de 2015, o convidado para a conversa foi o jornalista Carlos Guimarães, da Rádio Guaíba, que falou sobre a credibilidade no jornalismo em tempos de redes sociais. Já, no primeiro semestre deste ano, a convidada foi a jornalista do jornal Zero Hora, Marta Sfredo, que conversou sobre economia com os alunos presentes. No final de cada encontro, é concedido um tempo para o público fazer perguntas aos jornalistas.

Jornalista Felipe Vieira estreia programa de entrevistas na TV aberta

Imagem: Divulgação

O jornalista Felipe Vieira comandará um programa de entrevistas na TV Urbana a partir do dia 5 de setembro. A informação foi confirmada pelo diretor-executivo da emissora, Guaracy Andrade, ao portal Coletiva.net. O nome do canal passará a se chamar TV U.

Guaracy adiantou que o comunicador comandará o programa ‘21h30 com Felipe Vieira’, veiculado de segunda a sexta-feira, com duração de uma hora. Segundo Andrade, a novidade é encarada de forma positiva, principalmente pela reputação de Felipe Vieira no mercado.

Felipe Vieira trabalha atualmente na Rádio Guaíba e garantiu que manterá a atuação na emissora do Grupo Record. Além disso, comentou que o convite para retornar à televisão era algo que planejava. “Estou muito contente e queria essa oportunidade, pois fui âncora por bastante tempo”, afirmou.

O comunicador contou, ainda, que o programa terá entrevistas sobre diferentes áreas, do esporte à política, e que o critério será a relevância para o público.

Fonte: Coletiva.Net

Site promove o “Dia da Notícia Boa”

Hoje os jornalistas Rinaldo de Oliveira e Andrea Fassina propõe o Dia da Notícia Boa. Eles colocaram no ar, em 9 de agosto de 2011, o site SóNotíciaBoa. Em alusão ao aniversário do veículo de comunicação online que veta pautas negativas, a dupla de comunicadores propõe a divulgação de somente assuntos positivos, como histórias de superação e inovações, durante 24 horas.

Imagem: Divulgação

Para a data, a equipe do SóNotíciaBoa divulgou opiniões de alguns internautas. O público em destaque valoriza a ação desenvolvida pelo portal, que tenta propagar para mais espaços da imprensa brasileira a veiculação de assuntos que fujam de assaltos, mortes e corrupção.

Em 2016, o Dia da Notícia Boa acontece em fase especial para os responsáveis pelo projeto online de conteúdo. Na última semana, Rinaldo, que é ex-repórter de política da TV Bandeirantes em Brasília, lançou o programa do SóNotíciaBoa na internet. Por meio de canal no YouTube, o jornalista se propõe a contar em vídeos quais são as melhores notícias da semana. Com proposta de produções semanais, a segunda edição já está disponível.

Fonte: Portal Comunique-se

Jornalista recebe distinção por obra “Nega Lu”

A obra ‘Nega Lu – Uma Dama de Barba Malfeita’, do jornalista e escritor Paulo César Teixeira, o Foguinho, foi escolhida como Livro do ano, na categoria não ficção, pela Associação Gaúcha de Escritores.

Imagem: Divulgação

A premiação aconteceu na última sexta-feira, no Centro Cultural Érico Veríssimo, em Porto Alegre. Editada pela Libretos e financiada pelo Fumproart – apoio municipal à produção artística local –, a publicação conta a trajetória de Luiz Airton Farias Bastos, que se autodeclarava Nega Lu. Segundo o autor, esta é uma personagem que integra a história de luta dos negros e homossexuais da Capital.

A fotógrafa Tânia Meinerz, que assina as fotografias do título, registrou em rede social que se sentiu engrandecida com o prêmio do amigo. “Ele merece por seu texto, títulos e iniciativa em falar da forte Nega Lu e da cena boêmia e cultural de Porto Alegre. Acompanhei muitas entrevistas e valorizo a atenção dele em todas elas”, apontou.

Fonte: Coletiva.Net

Pesquisa revela intolerância nas redes sociais brasileiras

Uma pesquisa feita entre os meses de abril e junho pela Comunica Que Muda, plataforma digital da agência nova/sb, monitorou a internet e encontrou dez tipos principais de intolerâncias praticadas pelos brasileiros na internet.
Segundo a AdNews, foram avaliadas ao todo 393.284 menções feitas por internautas de todo o país no Facebook, Twitter e Instagram, além de blogs e comentários de sites. Para realizar o estudo, a equipe do Comunica Que Muda contou com a ajuda do software de monitoramento Torabit.
Predominam na rede palavras como cabelo ruim, gordo, vagabundo, retardado mental, boiola, malcomida, golpista, velho e nega. Essas expressões foram encontradas em publicações que demonstram intransigência em relação a aparência, classes sociais, deficiências, homofobia, misoginia, política, idade, raça, religião e xenofobia.
O levantamento indicou ainda que a intolerância de maior audiência é a política, com quase 220 mil menções, seguida de misoginia, com 50 mil menções, seguida por preconceitos relacionados a deficiência, aparência e raça.
Fonte: Portal Imprensa

Abertas inscrições para o curso online de inglês para jornalistas

Estão abertas as inscrições para o curso on-line e gratuito de inglês específico para jornalismo. As aulas começam no dia 15 de agosto.

Imagem: Divulgação

O curso foi desenvolvido pelo Departamento de Estado dos EUA, em parceria com a Universidade da Pensilvânia. O objetivo das aulas é aperfeiçoar habilidades linguísticas necessárias para leitura, redação, edição e revisão no jornalismo, além de ensinar a fazer anotações, trabalhar com as fontes e usar as declarações das pessoas de maneira correta.

O treinamento envolve também exploração da mídia impressa e digital por meio de leituras e palestras em vídeo. Qualquer pessoa pode fazer o curso. Os que chegarem ao final receberão certificado de conclusão emitido pela Universidade da Pensilvânia.

Mais informações e inscrição neste link.

Fonte: Portal Comunique-se

Instituição de Barcelona dará bolsas para fotografia, jornalismo, cinema e design

making-off-noemi1-1

Foto: Google | Reprodução

A Escola de Fotografia e Comunicação DateCuenta, localizada em Barcelona, na Espanha, está com vagas abertas para o seu programa de bolsas de estudo, voltado para as áreas de fotografia, jornalismo, cinema e design gráfico. O período de inscrições ficará aberto entre os dias 4 e 20 de setembro e todas as candidaturas deverão ser feitas on-line.

 
Os cursos acontecem entre os meses de outubro e maio e contam com um total de 60 a 80 horas letivas. Fotografia profissional, fotojornalismo, fotografia artística, cinema documental e tratamento digital de imagens e design gráfico são algumas das opções.

O programa ofertará 5 bolsas de estudo para pessoas com baixas condições financeiras. Os alunos selecionados serão beneficiados com um desconto de 50% no valor do curso, que passará de 420 euros para 210 euros.

Maiores informações em http://www.datecuenta.org/escuelalibre/becas-sociales-2/
Fonte: uol

Facebook testa nova versão do app mais parecida com o Snapchat

Snapchat-rivaliza-com-Facebook-em-visualizações-de-vídeo

Foto: Google | Divulgação

O Facebook liberou nesta sexta-feira (5) uma mudança que vai deixar o aplicativo oficial da rede social para iPhone mais parecido com o Snapchat.

A partir de hoje, os internautas do Brasil vão encontrar a câmera aberta logo que iniciarem o app no smartphone – a ideia é que as postagens sejam sempre com imagens, no lugar do texto, que ainda predomina a rede social. A novidade faz parte de um teste que também acontece no Canadá.

Já os filtros permitem, por exemplo, projetar a bandeira do Brasil como se fosse uma pintura no rosto do usuário. Para chegar a este resultado, o Facebook usa a tecnologia do aplicativo MSQRD, comprado recentemente pela empresa.

Fonte: G1

Record lança emoji em parceria com o Twitter para a Olimpíada

Emoji-Record-na-Olimpíada-Rio-2016

Foto: Record | Divulgação

Em parceria com o Twitter, a Record lançou um emoji exclusivo para quem comentar os Jogos Olímpicos com a hashtag #RecordRio2016.

Um coração verde e amarelo acompanhará automaticamente a hashtag oficial da emissora, a única TV aberta do Brasil a contar com o recurso para as Olimpíadas.O emoji é resultado da parceria da Record com o Twitter, que vem desde 2013 e estimula o engajamento dos telespectadores por meio da rede social.

Durante a programação do canal, os telespectadores serão convidados a comentar os jogos e responderem a enquetes usando o termo oficial. Apesar de lançar um emoji especial no Twitter, a Record não deverá exibir muitas horas de competições por dia.

Fonte: Record

Ulbra é sede de equipe canoense de futebol americano

13931430_1622523194743715_1602788712_o

Foto: Canoas Jaguars | Divulgação

O Futebol Americano está ganhando espaço no cenário gaúcho, e agora conta com mais uma equipe para disputar os campeonatos. O Canoas Jaguars foi criado em 2015 pelo estudante Robson Rosa. Após ter ganhado experiência em outros clubes gaúchos de futebol americano, Robson decidiu reunir um grupo de amigos e fundar o Jaguars Canoas: o primeiro time de futebol americano do município.

Com um grupo de quase 50 atletas, o clube fez o primeiro amistoso em junho do ano passado. Neste ano, Robson passou a ser o treinador da equipe, além de fazer parte da diretoria.

O Canoas Jaguars disputa a categoria Nopad (sem equipamentos obrigatórios dos jogos profissionais de futebol americano) e participa, neste ano, do campeonato Nova Liga de Futebol Americano No Pads – NLFAN, que conta com quatro equipes da região metropolitana, sendo três delas de Porto Alegre e o Jaguars, de Canoas.

O atleta da equipe, Cezar Gabriel, entrou em contato com a Administração da Ulbra visando utilizar as dependências da Universidade para treinos e, também, como sede da equipe para disputar o campeonato.

A equipe conta com o apoio da prefeitura de Canoas, porém ainda não recebe auxílio financeiro e está em busca de patrocinadores para crescer e melhorar a condição do time. A primeira partida da NLFAN aconteceu no dia 10 de julho, e o Jaguars perdeu a partida para o Crows, de Porto Alegre. Três partidas ainda serão disputadas pela Liga e, ao contrário do jogo de abertura, o time espera obter bons resultados.

Robson, 26 anos, técnico e presidente da equipe, está confiante em seu grupo: “temos a convicção de que podemos chegar na final desta liga e trazer o campeonato para Canoas. E após o término do campeonato vamos nos preparar em alto nível para estar, nos próximos anos, representando nossa cidade no campeonato estadual e no nacional”, garantiu.

Início de semestre traz novos desafios para estudantes

Imagem: Larissa Ferreira

As aulas do campus Canoas retornaram nessa segunda-feira, dia 1º de agosto e, com o início das atividades, chegaram os novos alunos, os famosos “calouros”. A expectativa dos novos estudantes da área da Comunicação é grande, não só em relação ao curso e à instituição, mas também com a futura profissão que deverão desempenhar depois de formados.

A nova aluna do curso de Publicidade e Propaganda, Rita Karasek Gomes, de 21 anos, escolheu seguir esse caminho porque sempre gostou do tema, principalmente de audiovisual e cinema, mas pelas poucas opções de cursos oferecidos sobre esses assuntos, escolheu se tornar uma publicitária. Ela contou que sofreu determinada resistência ao escolher esse curso, ouvindo das pessoas que “não receberia bem”, por isso um de seus objetivos é provar a todos que “a profissão que escolheu vai dar certo”. A estudante falou que ainda não tem inspirações na futura carreira, mas que acredita que com os conhecimentos obtidos no curso, passará a ter.

Já a caloura do curso de Jornalismo, Pamela Falcão, de 22 anos, passou por outros cursos até fazer sua escolha definitiva. Alguns dos motivos que levaram a estudante a escolher o curso foram os interesses por blogs, fotografia, moda, entre outros assuntos. A aluna estava insegura em relação à escolha da Universidade, mas teve suas expectativas superadas na Ulbra: “na verdade eu estava com um pouco de medo pela escolha da faculdade, mas acabei me apaixonando pela Ulbra. Me senti super bem vinda. O coordenador do curso e os professores estão sendo incríveis e adorei a infraestrutura da Ulbra, que eu não conhecia muito bem antes, e agora to descobrindo aos poucos e me encantando”.

Já o aluno do curso de Fotografia, Fabrício Simões, vive um momento diferente dos enfrentados pelos calouros. No mercado, desde 2002, como lighting designer e, desde 2012, como fotógrafo profissional, Fabrício já fez outros cursos na área antes de entrar na Ulbra. Seu objetivo, ao entrar na Universidade, era aprofundar os seus conhecimentos, conhecer pessoas da área e se preparar para uma futura carreira acadêmica e, segundo ele, o curso lhe ajudou muito: “estar em contato com determinados professores, aprofundar as questões técnicas e estéticas, vivenciar o mercado de outra perspectiva, tudo isso foi fundamental. Sem contar as questões subjetivas como uma maior confiança no trabalho que já estava desenvolvendo”, comentou Fabrício.

Ainda sobre o curso, ele afirmou que correspondeu às suas expectativas, mas apontou alguns pontos que podem melhorar: “uma mudança fundamental seria um maior número de professores fotógrafos. Há cadeiras que tratam de gêneros fundamentais da fotografia contemporânea, por exemplo, onde a fotografia em si fica em segundo plano. Acredito que uma exigência maior quanto ao aprofundamento técnico, estético e conceitual dos alunos seria fundamental”.

 

Filme gaúcho participa de festival coreano

Imagem: Reprodução

O filme gaúcho Ponto Zero, dirigido por José Pedro Goulart e produzido por Aletéia Selonk, foi um dos 12 filmes exibidos na Mostra Competitiva da 20ª edição do Festival Internacional de Filmes Fantásticos de Bucheon (Bifan 2016), na Coréia do Sul.

O evento aconteceu na última semana do mês de julho e apresentou produções cinematográficas de 49 países. Nos dias 24 e 25 de julho, os coreanos conferiram a projeção do filme gaúcho e debateram com os participantes brasileiros.

Além da première na Coréia do Sul, a produção informou que ‘Ponto Zero’ já está com exibição confirmada em Moscou na última semana de agosto. O trailer do longa-metragem pode ser conferido no site oficial do filme.

Fonte: Coletiva.Net

Ana Paula Couto assina com a RedeTV! para apresentar novo programa

 

anapaulahome (1)

Foto: Google | Reprodução

A jornalista Ana Paula Couto, ex-apresentadora do canal GloboNews, acaba de assinar com aRedeTV! para apresentar o programa “Sem Rodeios”, que estreia na próxima segunda-feira (8/8), às 18h.
Segundo o UOL, Ana Paula apresentará a atração ao lado de  Mauro Tagliaferri e João Paulo Vergueiro. “Estamos animados e ansiosos pensando em como fazer esse programa que mistura entretenimento e jornalismo. Queremos oferecer um contraponto”, disse.
O novo programa, classificado como revista eletrônica, ocupa a grade da RedeTV! em substituição ao jornalístico “Olha a Hora”, de Luciano Faccioli, que foi demitido pela emissora na última quarta-feira (3/8). O fim do programa teria sido motivado pela baixa audiência.
Especializada em economia pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Ana Paula começou sua carreira no jornalismo há 20 anos, no grupo RBS, filiada da Globo no Rio Grande do Sul.

Facebook apresenta novos recursos com foco nos Jogos Olímpicos

A rede social Facebook anunciou, nesta semana, iniciativas para que seus usuários entrem no clima dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Uma das novidades é o filtro para foto de perfil em homenagem ao evento.

Imagem: Divulgação

A rede social também anunciou, ainda, recursos do aplicativo MSQRD, considerado um rival do Snapchat na função de incluir lenses nas imagens. A ferramenta ganhou um filtro que sobrepõe a bandeira do Brasil no rosto do usuário.
Os internautas têm também a opção de clicar na imagem que aparece no Feed de Notícias para abrir uma página com um mix de conteúdo Olímpico, eventos e vídeos Live do Rio de Janeiro.
Fonte: Portal Imprensa

Sensacionalista estreia canal no Youtube

Imagem: Divulgação

O Sensacionalista criará um canal no YouTube chamada “Se o Brasil existir até amanha”. Conhecida por criar notícias fictícias engraçadas, a marca vê o audiovisual como um complemento do site para oferecer conteúdo inédito e original. O lançamento acontece por meio de parceria com a produtora Conspiração.

O jornalista Nelito Fernandes, sócio do Sensacionalista explicou, que o futuro da internet está no vídeo, por isso a criação do canal.

O grupo adianta que o conteúdo produzido para o YouTube apresentará temas relevantes do noticiário e do comportamento dos brasileiros, em formatos variados.

Fonte: Comunique-se

Jornal Zero Hora estreia caderno especial sobre as Olimpíadas

Nesta quarta-feira, o jornal gaúcho Zero Hora lançou um caderno especial para os Jogos Olímpicos: o ZH Olímpica. A publicação será incluída na edição diária do jornal impresso até o final dos Jogos e trará a cobertura dos enviados do Grupo RBS à Olimpíada.

Imagem: Reprodução

Segundo informações do veículo, estão previstas as colunas de Paulão, David Coimbra, Alice Bastos Neves, Piangers e Marcelo Rech. No material de estreia, os leitores puderam acompanhar a reportagem especial ‘Visão de Atleta’, que mostrou o ponto de vista de cada competidor de seis modalidades olímpicas.

O perfil da jogadora Formiga, que estreou com a seleção feminina em sua sexta Olimpíada ontem na partida contra a China, vencida pelo Brasil pelo placar de 3×0 e a cobertura da seleção masculina direto de Brasília pelo repórter Leandro Behs também estão nas páginas do caderno desta quarta-feira.

Fonte: Coletiva.Net

UOL prepara série de reportagens sobre as dificuldades das mulheres no esporte

Em tempo de Olimpíadas no Brasil, o portal de notícias do UOL vai produzir uma série de reportagens relatando as dificuldades encontradas pelas mulheres que praticam esportes. O conteúdo especial foi criado para promover a campanha “Quero Treinar Em Paz”, para encorajar o público feminino a participar.

Imagem: Reprodução

Para isso, o UOL Esporte contou com a ajuda das organizações especializadas Azmina e Think Olga, que se dedicam ao empoderamento feminino e à representatividade da mulher na sociedade, para ouvir 21 atletas, ex-atletas e técnicas do esporte nacional.
A série, produzida em vídeo, foi dividida em cinco episódios que tratam, entre outras coisas, do machismo no esporte, a prioridade dada aos homens, a rotina de piadas, desrespeito e, inclusive, o assédio.
O leitor poderá, ainda, participar da campanha ao contar histórias nas redes sociais, usando a hashtag #QueroTreinarEmPaz. Todo o conteúdo está disponível no site do UOL Esporte.
Fonte: Portal Imprensa

Primeira rádio indígena do Brasil é destaque com meio milhão de ouvintes

ok

Foto: G1

Para ampliar o espaço dos indígenas nos meios de comunicação e dar voz a eles, um amazonense, uma carioca e um baiano decidiram investir na Yandê, primeira rádio online e totalmente indígena do Brasil.

A Yandê conta com mais de meio milhão de ouvintes e 24 horas de programação, incluindo músicas, notícias, poesias, depoimentos e debates. A programação é dividida em notícias, artigos e produção autoral. As entrevistas são feitas por WhatsApp ou Skype. As sugestões de pauta também são enviadas via Whatsapp, Telegram e Facebook.
Em 2013, Denilson Baniwa, Anapuáká Tupinambá e Renata Tupinambá criaram a web rádio e logo a transformaram em um portal de notícias e de cultura. Atualmente, o veículo tem 70 colaboradores e três correspondentes. “É importante notar que somos todos indígenas”, ressalta Baniwa.
Fonte: G1

Curso de Jornalismo da ESPM prepara cobertura experimental da Olimpíada

Cerca de trinta estudantes do curso de Jornalismo da ESPM estarão envolvidos na cobertura experimental dos Jogos Olímpicos Rio 2016, que contará com transmissões ao vivo da instituição, além da produção de programas diários. O evento esportivo será acompanhado pela primeira vez pelos universitários de São Paulo e todo o trabalho poderá ser visto pelo público pelo site especial criado para o projeto.

Imagem: Divulgação

As transmissões, que serão gravadas a partir do estúdio de rádioweb da ESPM-SP, serão realizadas entre 13h30 e 21h, durante todo o período dos jogos – de 3 a 20 de agosto e de 8 a 18 de setembro. A iniciativa será orientada por professores e contará com atrações de debates e análise sobre as competições, jornal com os principais acontecimentos do dia, dicas para os turistas e diversão antes e depois das competições, entre outras informações.

Segundo o coordenador do Centro Experimental de Jornalismo (CEJor) da ESPM-SP, Daniel Ladeira, este é o maior projeto esportivo de jornalismo já realizado pelo curso.

Fonte: Portal Comunique-se

Abertas inscrições para o 3º Curso de Informação sobre Jornalismo e Direitos Humanos

A Abraji, em parceria com a Conectas Direitos Humanos e a Oboré, abriu as inscrições para o “3º Curso de Informação sobre Jornalismo e Direitos Humanos”. O treinamento é um dos módulos do Projeto Repórter do Futuro e tem a coordenação pedagógica do jornalista André Deak.

Imagem: Divulgação

Estudantes universitários de jornalismo ou de outras áreas do conhecimento podem se inscrever até 24 de agosto de 2016. Ao todo, serão selecionados 20 alunos, que participarão de palestras e entrevistas coletivas com especialistas em Direitos Humanos.

O curso combina a prática da cobertura jornalística com o conhecimento teórico e reflexivo sobre temas de direitos humanos como: organizações internacionais de defesa dos direitos humanos; o sistema de justiça brasileiro; a definição de crime e o sistema prisional do país; e o papel do jornalista na defesa dos direitos humanos.

Os estudantes deverão produzir reportagens sobre os temas apresentados nas palestras e abordados durante as coletivas.

Para se inscrever, os interessados devem preencher este formulário. Um encontro de seleção acontecerá no dia 27 de agosto de 2016, às 9h, no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo. Essa reunião terá a participação da diretora-executiva da Conectas, Jéssica Carvalho Morris. Os inscritos que participarem desse encontro serão submetidos a um teste escrito, que definirá os selecionados para o curso.

Fonte: Portal Comunique-se

Cineasta brasileiro filme documentário na Europa sobre drama dos refugiados

Uma equipe brasileira está produzindo um documentário sobre a crise dos refugiados na Europa. O projeto começou em Lisboa e pretende trazer uma visão imparcial sobre o problema.

Denominado “Diáspora, Todos os Sonhos do Mundo”, o filme vai acompanhar quatro famílias de refugiados ao longo de dois anos, mostrando as suas vidas e as da comunidade em que se inserem.

“Não queremos fazer filme de apoio aos refugiados. Queremos um filme para mostrar a realidade do ponto de vista dos que recebem e o ponto de vista deles [refugiados]”, disse à agência Lusa o diretor de fotografia da produtora, Fred Alves.

Segundo ele, sendo provenientes do Brasil, “um país neutro”, os cineastas têm a possibilidade “de falar de ponto de vista mais aberto”.

Reconhecendo que num filme sobre refugiados “a questão humanitária surge como rótulo”, o diretor de fotografia disse que o objetivo não é esse: “É mostrar a verdade dos fatos”, destacou.

Segundo o cineasta, o longa-metragem será construído à medida que a equipe for percorrendo roteiro que passa por países como França, Reino Unido, Alemanha, Turquia e termina na fronteira com a Síria ou, se for possível, dentro da Síria, para o documentário contar o interior do conflito.

Fonte: Portal Comunique-se