Debate sobre a flexibilização da Lei de Relações Públicas

No dia 02 de dezembro, a partir das 19h30, na sala 203 do prédio 14 do campus Canoas da ULBRA, acontece um debate sobre a flexibilização da Lei de Relações Públicas. A atividade é alusiva ao dia nacional de Relações Públicas, comemorado na data.

Segundo a proposta da lei, todas as pessoas que fazem mestrado ou doutorado em Relações Públicas, ou ainda os egressos de cursos tecnológicos na área, poderão também receber o registro profissional para atuar como Relações Públicas, respeitando alguns critérios. Como o tema e sua repercussão ainda não estão claros para muitas pessoas, a ULBRA traz o presidente do CONRERP 4º Região, Sr. Flávio Gava para falar sobre o assunto.

Seu engajamento nessa discussão é muito importante. Participe!

Anúncios

Peixe Urbano lança aplicativo no Facebook

 

O portal de compras coletivas Peixe Urbano lança nesta semana a Fan Shop, uma loja dentro da rede social, que deve oferecer ofertas diferentes das listadas no site. O aplicativo foi disponibilizado aos internautas no mesmo mês em que a página de fãs da empresa no Facebook atingiu 1 milhão de usuários

Para acessar a loja, basta entrar na página do Peixe Urbano no Facebook e selecionar a opção Fan Shop. Lá os internautas são direcionados para o aplicativo em que é possível adquirir a oferta exclusiva da empresa sem precisar sair da rede social. Não é preciso “curtir” a página para ter acesso às promoções.


A estreia da Fan Shop, com ofertas exclusivas para este canal, é uma forma de agregar ainda mais valor aos nossos fãs que nos acompanham diariamente na rede,” disse gerenciador de redes sociais do Peixe Urbano, Pedro Kranz Costa


Além de ser uma vantagem bacana para quem nos segue na rede, esta nova ferramenta trará benefícios também para os nossos parceiros, que terão agora um canal adicional para estreitar ainda mais o relacionamento com clientes atuais e potenciais”.


Fonte: Uol

Revista Sessões do Imaginário chega a sua 25ª edição

A revista Sessões do Imaginário – Cinema | Cibercultura | Tecnologia da Imagem pertence ao Programa de Pós-Graduação de Comunicação Social da PUCRS. Seu objetivo é divulgar artigos, ensaios, entrevistas e resenhas sobre comunicação e cultura contemporânea. Ela foi criada em 1996 e está no seu 25° número. A  professora Cristiane Finger é a responsável pela edição.

A cada semestre, a revista traz como conteúdo trabalhos de professores, pesquisadores e discentes de pós-graduação. Os destaques da atual edição são a entrevista com o sociólogo, antropólogo, historiador e filósofo francês Edgar Morin, e o artigo “Scott Pilgrim: citações e influências visuais entre quadrinhos, cinema e jogos digitais”. O texto acadêmico discute as adaptações da série de histórias em quadrinhos Scott Pilgrim, escrita e ilustrada por Bryan Lee O’Malley no filme Scott Pilgrim contra o mundo (2010), baseado na série.

A publicação aceita artigos inéditos sobre cinema, cibercultura e tecnologias da imagem, em língua portuguesa e espanhola, de pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior. São priorizados mestrandos e doutorandos. Os materiais enviados passam pela avaliação dos membros do Conselho Editorial. Também são aceitas resenha de livros, desde que o autor esteja cursando, no mínimo, o Mestrado.

A Sessões do Imaginário é patrocinada pela editora EDIPUCRS.

Para mais informações, acesse aqui.

Fonte: revistaseletronicas.pucrs

Revista Logos lança sua 34° edição

A Revista Logos é a revista científica do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UERJ, que publica textos de mestres e doutores e busca oferecer uma oportunidade especial de reflexão sobre a complexidade da comunicação contemporânea e fenômenos de mídia, com base nas perspectivas disciplinares, e de investigação teórica e empírica. 


A cada edição, a Logos traz temas ligados à pesquisa em áreas de interesse da comunicação e conta com a colaboração de pesquisadores nacionais e estrangeiros e com editores convidados de outras universidades para edição de números especiais. Seu público é formado por pesquisadores e doutorandos das áreas de Comunicação e Ciências Sociais Aplicadas


A edição de número 34 traz como tema a ‘Cibercultura no Brasil’. Nos últimos anos, o assunto ganhou uma dimensão cada vez mais genérica, que por vezes parece perder qualquer especificidade enquanto campo de estudos. 


A proposta para a exploração do tema “O estatuto da cibercultura no Brasil” estimulava dois tipos de artigos que pudessem ajudar a compreender melhor o quadro de pesquisas sobre o tema. Um tipo que expressasse a diversidade de estudos que se inscrevem na interseção dos campos da cibercultura e da comunicação, e o outro dentro de uma perspectiva para pensar o que seria e como se desenha o campo da cibercultura no Brasil, na sua diversidade e especificidade, quando sobreposto ao também vasto e diverso campo da comunicação. 


Este conjunto de textos ajudaria a afirmar a intensa diversidade de temas, objetos, metodologias e arcabouços teóricos que compõem o cenário de pesquisas e estudos em cibercultura no país. 



Assim, os estudos que representam o primeiro grupo de artigos dessa edição passam por temas tão variados quanto o uso de tecnologias e de redes sociais nos processos de produção, representação e consumo de música, narrativas cross e transmídiáticas aplicadas às séries televisivas e ao jornalismo, games e ARGs (Alternate Reality Games), mídia e educação, web 2.0 e economia e política de comunicação digital. 


Dentro da segunda modalidade de artigos, que pensam o conjunto de pesquisas sobre cibercultura, a partir de enquadramentos epistemológicos e estatísticos, estão os artigos Cultura e Cibercultura para uma reflexão crítica de Francisco Rudiger, e pesquisa em cibercultura: Análise da produção brasileira da Intercom, de Adriana Amaral e Sandra Montardo


A edição 34 da Revista Logos pode ser acessada aqui




Texto: Hellen Borges

Júri encerra avaliação do 53º Prêmio ARI de Jornalismo

A comissão julgadora do Prêmio ARI  finalizou, na última sexta-feira (25/11), a análise dos 197 trabalhos inscritos neste ano. Concluída a organização dos pontos, os cinco finalistas serão divulgados entre hoje e amanhã, conforme a entidade.

Entre os jurados desta edição estão Antonio Silveira Goulart, coordenador do Prêmio e diretor Cultural; o presidente do Sindicato dos Radialistas, Elton Luiz Basei, e o diretor Everton da Silva Quadros, representando o Sindicato dos Jornalistas.

Os vencedores do Prêmio ARI serão conhecidos na próxima sexta-feira (2/12), em cerimônia realizada no Teatro São Pedro, às 10h30.

Fonte: coletiva.net

Desenhista gaúcho é contratado pela Marvel Comics

O cachoeirense Matias Streb, 25 anos, foi contratado pela editora de histórias em quadrinhos Marvel Comics, dos Estados Unidos. A Marvel edita quadrinhos de super-heróis como Homem-Aranha, O Incrível Hulk, Homem de Ferro, Capitão América, O Poderoso Thor e os X-Men. Os desenhos originais de Matias serão vendidos através do site da editora. 
Matias informou ao Jornal do Povo, de Cachoeira do Sul, que colecionadores, apreciadores e até empresas   poderão comprar os cards. Segundo ele, as obras terão valor em dólar e podem atingir o equivalente a R$400,00.
Matias Streb é filho da professora de Artes Tânia Tavares e do já falecido Mario Streb. Autodidata, já participou de publicações nacionais de histórias em quadrinhos, como Subversos, Tempestade Cerebral, Quadrante Sul e a Revista Penitente. Ao lado do também cachoeirense Jader Corrêa, tem os desenhos divulgados pela Dínamo Studio, de Porto Alegre. Foi através de alguns testes que ele foi selecionado pela Editora Marvel.
As gravuras de heróis e personagens fictícios de Matias são feitas com aquarela, canetinha e lápis de cor. “Depende muito, mas posso fazer, em média, quatro cards em um dia”, disse o desenhista.