Leia o Informativo Agex n.º 20

Está confirmado o debate dos candidatos à Prefeitura de Canoas, no dia 13 de setembro, às 19:30h no auditório do prédio 14 da ULBRA. Uma reunião com os assessores e a coordenação do debate aconteceu sexta, no prédio 11.

Aluno do curso de Artes Visuais, Rikardo Dias Moreira, expõe na Usina do Gasômetro até dia 16 de setembro. O processo é chamado de street art e tem a ver com a história cronológica do autor.

Os alunos da ULBRA estão convidados para participar da pesquisa mercadológica para o consagrado prêmio Marcas e Líderes.  Todas as informações necessárias para a inscrição estão no Informativo.

Boa leitura!

http://issuu.com/agexonline/docs/informativo_20

 

Anúncios

Projeto do jornal Pioneiro, “O Foca” abre inscrições

O jornal Pioneiro está anunciando, nesta semana, a 16ª edição do Projeto Jornalista Por Um Dia. A iniciativa, apelidada de “O Foca”, visa o estímulo da leitura, da escrita, da fotografia e do desenho entre crianças e jovens de cinco aos 15 anos. Em 2011, o projeto teve 8,2 mil inscritos.

A madrinha da iniciativa desde ano será Luiza Motta, coordenadora da Feira do Livro de Caxias do Sul. “O projeto homenageia uma profissional de inestimável valor para a formação cultural da sociedade de Caxias”, destacou o editor-chefe do Pioneiro, Roberto Nielsen. O regulamento para as inscrições está disponível no  www.pioneiro.com.

Com informações de Coletiva.net.

Mandante de morte de jornalista pode pegar pena socioeducativa

Rafael de Amorim Veiga, acusado de ser o mandante da morte do jornalista Aura Ida, no ano passado, pode pegar uma pena socioeducativa caso seja considerado culpado pela Justiça de Cuiabá (MT). A decisão veio na última quinta, dia 30, durante audiência na Vara da Infantil e Juventude.

Aura foi morto a tiros em julho de 2011. Na época, Veiga era menor de idade e, por isso, teria como pena atividades socioeducativas por até três anos. O jovem está preso desde o final de junho deste ano

Com informações de Portal Imprensa e Gazeta Digital.

Publicidade será enredo de escola de samba

A escola de samba paulistana Gaviões das Fiel, derivada da torcida organizada do Corinthians, terá como tema para o Carnaval de 2013, a Publicidade. Com o título “Ser Fiel é a Alma do Negócio”, a Gaviões abordará a história e fará uma homenagem aos grande nomes da publicidade brasileira.

Entre os homenageados do desfile da escola de samba paulista estão Nizan Guanaes, chairman do Grupo ABC, e Washington Olivetto, chairman da WMcCann e CCO da McCann Worldgroup para América Latina. A Gaviões da Fiel desfilará no dia 9 de fevereiro.

Internet no Brasil é mais acessada à noite

O Horário Nobre da Internet do Brasil é entre às 19h e 22h. É o que a aponta a pesquisa feita pela Hi-Midia, empresa especializada em mídia online, e a M.Sense, que faz estudos sobre o mercado digital.No entanto, aos finais de semana,o acesso é menos concentrado e se estende ao longo da tarde e da noite, no período que vai das 14h às 22h.

A pesquisa ainda traz dados sobre as principais atividades dos internautas no horário nobre, que são: navegar nas redes sociais  (41%), ler e enviar e-mails (35%), ver notícias (32%) e acessar conteúdo de entretenimento (32%). Já durante os finais de semana se destacam o acesso às redes sociais (33%), a leitura de e-mails (28%) e a procura por entretenimento (28%) e notícias (27%).

Bilhete de Dilma questionando ministras é flagrado por repórteres

“Por que os jornais estão dizendo que houve um acordo ontem no Congresso sobre o Código Florestal e eu não sei de nada?”. Esta é a pergunta escrita em um bilhete pela presidente Dilma Rousseff, flagrada por fotógrafos na última quinta, dia 30. A presidente se refere ao acordo entre o relator do Código Florestal, o deputado Luiz Henrique (PMDB-SC), e a bancada ruralista. O bilhete foi destinado às ministras do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e Relações Institucionais, Ideli Salvatti.

A reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico aconteceu na quarta-feira. A resposta de Ideli também foi registrada por fotógrafos: “Não houve acordo com o Congresso e o governo. A posição do governo era de defesa da MP com foco especial na escadinha. O relatório votado manteve a escadinha”.

Dilma afirmou ainda que “o governo não assume responsabilidade por negociações que não foram feitas com a presença dos jornais”, referindo-se às menções sobre o código nos impressos.

O suposto acordo entre Congresso e governo diz respeito às Áreas de Proteção Permanente (APPs) que fiquem na beira de rios com até 10 metros de largura e deverão ter 15 metros de proteção para as propriedades com área de quatro a 15 módulos fiscais. Por nota oficial, a ministra de Relações Institucionais afirmou que a aprovação “não teve aval ou concordância do Governo Federal”.

Com informações de Portal Comunique-se.