ONU aprova norma de segurança para jornalistas

O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas aprovou, no mês passado, uma resolução para promover a segurança de jornalistas, patrocinada pelo Brasil. Em outubro, o ranking da ONG Repórteres sem Fronteiras mostrou que o Brasil foi o quarto país do mundo em que mais jornalistas morreram em 2016 até o momento.

Em nota publicada no site da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), foi informado que a nova resolução complementa outras que tratam do “direito à liberdade de expressão e de opinião e da proteção de jornalistas em situação de conflito armado”. Também se unem ao texto que aborda o direito à privacidade na era digital e a promoção dos direitos humanos na internet.

A nova resolução condena qualquer tipo de ataque e violência contra profissionais da mídia, incluindo ataques ou fechamentos forçados de seus escritórios, e agressões contra mulheres jornalistas no exercício de sua profissão, como discriminação e violência baseada em gênero, tanto online como offline.

Também consta na norma a libertação imediata de jornalistas que foram arbitrariamente presos ou detidos, tomados como reféns ou vítimas de desaparecimentos forçados.

Fonte: Coletiva.Net

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s