Jornalista José Alberto Andrade é o convidado do “Papo de Redação”

O jornalista da Rádio Gaúcha, José Alberto Andrade, esteve na Ulbra, terça-feira, 13, para participar do Papo de Redação. O evento traz, a cada semestre, um jornalista de um veículo de comunicação para falar sobre um tema da atualidade. Esse encontro tratou sobre a cobertura olímpica e de grandes eventos esportivos.

José Alberto Andrade falou sobre a cobertura de grandes eventos esportivos Imagem: Larissa Ferreira

José Alberto Andrade falou sobre a cobertura de grandes eventos esportivos Imagem: Larissa Ferreira

José Alberto tem no seu currículo oito copas do mundo, como produtor e repórter, seis olimpíadas, entre elas a do Rio de Janeiro, além de Mundial de Clubes, Jogos Pan-americanos e outros eventos esportivos importantes. Além da Rádio Gaúcha, Zé Alberto, como é conhecido, trabalhou por sete anos na Revista Placar, uma das referências na área do jornalismo esportivo.

O jornalista iniciou a conversa destacando a importância de ter palestras como essa nas universidades, para aproximar os alunos da realidade do jornalismo. Ele comentou, ainda, que quando estava estudando não teve essa oportunidade. Zé Alberto contou que seu interesse pela profissão começou por influência de seu pai, que é engenheiro, mas gostava muito de ouvir rádio para se informar. A partir do gosto pelo rádio, Zé Alberto começou a se interessar pelos outros meios de comunicação e acabou se apaixonando pelo jornalismo. Mesmo com muitas dificuldades, ele não desistiu de ser jornalista e disse que é muito feliz com a atividade que escolheu.

Zé Alberto explicou que, na sua opinião, a disputa, o embate move o cidadão a ouvir rádio. Isso faz com que a competição esportiva, assim como qualquer outra competição, ganhe espaço nos veículos de rádio. “As pessoas ligam o rádio para saber quem ganhou determinada competição. Na Olimpíada, nem todas as pessoas compreendiam as modalidades, mas gostavam de saber quem tinha vencido. Eu cubro o carnaval carioca e acompanhei, por muitos anos, o de Porto Alegre, também. As pessoas não ouviam o rádio para saber detalhes sobre a apresentação, mas sim para saber quem ganhou. Por isso, a disputa tem uma ligação direta com o rádio”.

O jornalista contou que um dos fatos que o ajudou a obter espaço nas grandes coberturas esportivas foi que, enquanto os seus colegas tinham um gosto, predominantemente, pelo futebol, ele buscava saber um pouco sobre cada esporte. Além disso, ele contou que sempre procurou saber as novas tendências de esportes que surgem e acabam, posteriormente, se tornando modalidades olímpicas.

Sobre a cobertura dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, Zé Alberto explicou que assistiu poucas disputas ao vivo, uma vez que eles tinham de estar na zona de entrevistas para conseguir uma palavra do atleta. No entanto, isso não desanimou o jornalista: “foi muito legal cobrir essa Olimpíada. Fomos para o Rio de Janeiro sabendo que seria assim. Quando estamos lá, dividimos espaço com os grandes atletas do mundo e, também, com colegas de diversos países e isso é muito gratificante”, comentou ele.

No final do encontro o jornalista abriu espaço para que os alunos presentes fizessem perguntas e comentários sobre a palestra e as grandes coberturas esportivas. Participaram do Papo de Redação os cursos de Publicidade e Propaganda, Jornalismo e Fotografia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s