Ulbra recebe recredenciamento do Ministério da Educação

Segundo o Reitor Marcos Ziemer, o recredenciamento foi uma conquista importante para a Universidade Imagem: Rodrigo Guerin

Na semana em que comemorou os seus 44 anos de existência, o Ministério da Educação recredenciou a Universidade Luterana do Brasil para os próximos cinco anos. Há 27 anos, quando ainda se chamava Faculdades Canoenses, a Ulbra foi credenciada e ganhou o título de Universidade. Naquela época, feito o credenciamento, ele valia por tempo indeterminado, mas, atualmente, é necessário realizar recredenciamento a cada 5 anos.

O Reitor da Universidade, Marcos Ziemer, explicou que no ano de 2008, a Ulbra deu entrada ao processo de recredenciamento, mas o mesmo foi arquivado pela má situação em que a instituição se encontrava. No ano de 2012, a atual gestão se organizou e enviou novamente uma solicitação de recredenciamento, que foi aprovada na semana de aniversário da Instituição. Deste modo, a Ulbra garante o credenciamento por mais cinco anos, sob o título de Universidade.

A diferença entre as duas nomeações é que Faculdade, por exemplo, não possui autonomia junto ao MEC, ou seja, para aumentar ou diminuir vagas no vestibular, criar ou excluir algum curso, precisa da autorização do Ministério da Educação. Já, Universidade, por sua vez, possui autonomia plena e pode tomar decisões através do seu Conselho Universitário.

Para a instituição ser aprovada com o recredenciamento ou não, uma comissão de avaliadores do MEC é enviada para analisar os diversos setores, como por exemplo: gestão, cursos, extensão, projetos, processos seletivos, entre outras esferas. Caso a avaliação seja positiva, a instituição é recredenciada, caso contrário, não.

Segundo o Reitor esse foi um marco muito importante conquistado pela Ulbra: “nos dá mais tranquilidade para pensar no futuro da Universidade. Em novos projetos, novos planos, novas melhorias, para manter a Ulbra crescendo”.

Ziemer falou ainda sobre o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), documento também exigido pelo Ministério da Educação, que de cinco em cinco anos elabora projetos de melhorias e planos para a Universidade. Segundo ele, é como uma “carta de compromisso” das ações que a instituição tomará nos próximos anos. Ele destacou, ainda, a importância da Avaliação Institucional, pois é de onde surgem as sugestões dos alunos para a direção. Seminários estão sendo realizados, em todos os campi do Brasil, para ouvir a opinião de funcionários, professores e também dos estudantes.

O Reitor aguardava a publicação do recredenciamento desde o dia 3 de junho, quando o Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior publicou a súmula do Parecer 205/2016 no Diário Oficial da União. Todos os conselheiros, por unanimidade, aprovaram o pedido da Universidade para seu recredenciamento. Ziemer, enfatizou ainda, que o PDI definiu a nova Missão institucional da Ulbra: ser uma comunidade de aprendizagem inovadora e eficaz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s