Cid Martins, repórter da rádio Gaúcha, aposta no jornalismo investigativo

cid martins

Imagem: Clic RBS

Luís Alcides Teixeira Martins, 45 anos, profissionalmente conhecido como Cid Martins, é um dos principais repórteres da Rádio Gaúcha. Em 1989, Cid ingressou na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) para fazer o curso de Jornalismo.

Apelidado, ainda jovem, de Cid, por conta da irmã que não conseguia chamá-lo de Alcides, comenta que demorou sete anos para conseguir se formar, isso porque trabalhava em uma locadora de vídeos, um negócio de família, onde tinha que se desdobrar para trabalhar e estudar e ainda escolher seu futuro na vida acadêmica.

“Eu gostava muito de Português, gostava também de História, amava falar e escrever. Fui tentando moldar meus gostos, pensei em Publicidade, até Oceanografia e, por fim, escolhi o Jornalismo”. Contou.

Cid sempre mostrou interesse pelo rádio. Conta ele que, muitas vezes, junto com o pai, fazia a regravação de jogos que passavam na televisão. Ele conta, também, que após um acidente, seu pai perdeu a visão e para que, de alguma forma, ele pudesse acompanhar o filho, decidiu seguir no rádio.

Seu primeiro emprego na área do jornalismo foi na Revista Gol, em janeiro de 1996. Prestes a se formar, Cid recebeu a oportunidade de atuar numa emissora de rádio, na época conseguiu seu primeiro estágio na Bandeirantes. Foi onde surgiram as primeiras reportagens policiais e investigativas, com as quais começou a ser reconhecido no meio jornalístico.

“Quando entrei na Band, me colocaram para cobrir assuntos da Assembleia do Estado, e não deu certo. Após essa tentativa frustrada, comecei a fazer matérias de investigação. Uma vez fiz uma matéria sobre as funerárias. Dias depois eles foram até a Band, bateram nos seguranças e mandaram avisar que era pra parar de fazer aquele tipo de matéria”. Contou Cid.

No ano de 2000, Cid foi contratado pela Rádio Gaúcha onde se tornou repórter especial. Fazendo coberturas policias e acompanhamentos judiciários, ele conta que o trabalho nessa área consiste muito da “ajuda dos outros”.

“Fiz inúmeras matérias com meu colega Giovani Grizotti. Um dos materiais mais interessantes que fiz foi em Santa Catarina, com um grupo de neonazistas. Eu estava infiltrado no grupo há mais de um ano e meio. Fui a uma reunião deles que aconteceu em uma praça e, próximo, estava um homem negro, que fazia o serviço de limpeza, nesse momento um deles falou: “vamos sair daqui, não aguento mais o fedor desse negro”. Cid conta que por uma fração de segundos, conseguiu suportar o comentário. “Por incrível que pareça, ter feito uma disciplina de teatro na faculdade me ajudou naquele momento. “Consegui disfarçar minha revolta com aquele comentário” contou.

 

 

Nasceu de novo

Em 24/04/2012, Cid Martins e a equipe da Gaúcha, seguiam em comboio com outros veículos de outras empresas jornalísticas para acompanhar uma operação da Polícia Civil, na cidade de Farroupilha. Quando subiam a serra, um caminhão que vinha no sentido contrário colidiu com os veículos da Band, Diário Gaúcho e com o carro que levada a equipe de Cid.

“Logo após a colisão, vi toda aquela cena, o carro da Band todo destroçado e, quando olhei, enxerguei o motorista e me vi dentro do carro e, nesse instante, eu “voltei novamente para a vida”. O acidente de trabalho me fez perceber que era hora de aproveitar mais a minha vida, com minha esposa e meus dois filhos”. Finalizou.

O futuro do Jornalismo

Cid conta que o futuro do jornalismo é promissor e que as redes sociais são aliadas e, ainda, é possível fazer um trabalho eficiente, ético e de credibilidade através das mídias sociais. Ele comenta que para se tornar jornalista é preciso fazer um planejamento, como qualquer outro investimento na vida. Segundo ele, os estudantes, em geral, devem seguir a regra do “EX”. “No início, a oportunidade do emprego pode ser EXploração, mas se tu fores dedicado, essa regra muda para EXperiência e, assim, tu consegues te tornar um profissional qualificado”. Sou muito feliz no que faço e pretendo continuar fazendo por muitos anos, finalizou Cid.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s