Pesquisa revela intolerância nas redes sociais brasileiras

Uma pesquisa feita entre os meses de abril e junho pela Comunica Que Muda, plataforma digital da agência nova/sb, monitorou a internet e encontrou dez tipos principais de intolerâncias praticadas pelos brasileiros na internet.
Segundo a AdNews, foram avaliadas ao todo 393.284 menções feitas por internautas de todo o país no Facebook, Twitter e Instagram, além de blogs e comentários de sites. Para realizar o estudo, a equipe do Comunica Que Muda contou com a ajuda do software de monitoramento Torabit.
Predominam na rede palavras como cabelo ruim, gordo, vagabundo, retardado mental, boiola, malcomida, golpista, velho e nega. Essas expressões foram encontradas em publicações que demonstram intransigência em relação a aparência, classes sociais, deficiências, homofobia, misoginia, política, idade, raça, religião e xenofobia.
O levantamento indicou ainda que a intolerância de maior audiência é a política, com quase 220 mil menções, seguida de misoginia, com 50 mil menções, seguida por preconceitos relacionados a deficiência, aparência e raça.
Fonte: Portal Imprensa
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s