Campeã do Estado, equipe de futebol feminino se prepara para o brasileiro

Time de futebol feminino disputa Campeonato Brasileiro Imagem: Alex Bauer

O time de Futebol Feminino da Ulbra, comandado pelo professor de Educação Física, Alex Bauer, que é o técnico A e o acadêmico Ruimar Kunzel, técnico B, representará o Rio Grande do Sul no Campeonato Brasileiro de Desporto Universitário,que acontece em setembro, na cidade de Caçador (SC). A vaga foi decidida contra o time da UFRGS, no Campo da Ulbra, no dia 5 de junho. A Ulbra venceu a partida pelo placar de 1×0, com gol marcado pela zagueira Emily Webber, no segundo tempo da partida e se sagrou bicampeã do Campeonato Estadual Universitário, organizado pela Federação Universitária Gaúcha de Esportes (FUGE).

O técnico Alex Bauer, que treina a equipe desde 2010, contou como ele avalia as dependências da Universidade para a realização dos trabalhos do time: “temos toda a estrutura física e material esportivo para desenvolver as atividades propostas pela comissão, onde estamos mostrando cada vez mais organização e comprometimento para buscar melhorias futuras”.

Segundo ele, o time estava confiante em conquistar a vaga para o Campeonato Brasileiro: “estávamos otimistas por estarmos treinando e nos preparando para o campeonato gaúcho, desde o início do semestre, com treinamentos aos domingos e feriados, pela manhã. Fazíamos amistosos contra equipes que também disputaram o estadual de clubes. Por esses motivos acreditávamos, e muito, na classificação”.

Bruna Machado de Mello, 26 anos, que joga como meia direita da equipe, contou que mesmo sem apoio financeiro, como o concedido anos atrás em forma de descontos nas bolsas, a Ulbra fornece o material necessário para os treinos e jogos, bem como os uniformes utilizados nas partidas.

A centroavante do time, Amanda Thomazel, 25 anos, que está no último semestre do curso de Secretariado Executivo Trilingue da Ulbra, faz parte da equipe há seis anos e começou a se interessar pelo esporte através do seu irmão, que sempre a incentivou a jogar. Ela contou que, no início, sofreu preconceito por parte de alguns conhecidos, mas que com o apoio da família e amigos, superou e seguiu jogando futebol. Amanda, inclusive, já representou por dois anos a seleção brasileira, de 2007 a 2009.

Ela conta que, apesar de não ter a pretensão de seguir na profissão de jogadora, devido às três  cirurgias realizadas no joelho, ela deseja continuar na área do esporte, uma vez que possui curso de Arbitragem e já trabalhou como treinadora nos Estados Unidos. Amanda ainda analisou a Ulbra no cenário do futebol feminino: “é o melhor time universitário, que sempre esteve presente nas competições e sempre fica entre os melhores, é uma grande potência e espero que prossiga durante anos”, comentou ela.

Caso o time se classifique na primeira fase do Campeonato Brasileiro de Desporto Universitário, em setembro, em Santa Catarina, disputado contra os times da região Sul, a equipe avança para a próxima etapa, que acontece em novembro, na cidade de Cuiabá, no Mato Grosso. “Treinamos muito para fazer frente junto aos times da nossa região Sul. Estamos empenhadas e daremos nosso máximo para alcançar o objetivo e fazer com que a nossa Universidade seja reconhecida como uma das

melhores do Brasil, quando se falar em futebol feminino”, concluiu Amanda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s