Pesquisa pretende mapear desigualdade de gênero no Jornalismo

Imagem: Reprodução

Uma pesquisa lançada pelo Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, deseja avaliar o cumprimento dos direitos das mulheres dentro das redações e assessorias de imprensa.

O objetivo do questionário é saber o grau de desigualdade de gênero existente no jornalismo brasileiro. A entidade apura a incidência de casos de assédio moral e sexual, machismo, racismo e preconceito com mulheres gestantes.

Segundo o sindicato, ainda que as mulheres sejam maioria nas redações brasileiras, chegando ao percentual de 64% da categoria, elas ainda recebem salários menores que os homens que atuam na mesma profissão, além de não aparecerem no posto de comando de diversos veículos e assessorias de imprensa.

A prévia do estudo aponta que os homens ocupam a maioria dos cargos de diretoria e definem a linha editorial. A pesquisa conta com nove perguntas e pode ser acessada neste link. Não é preciso se identificar ou colocar o nome da empresa empregadora.

Fonte: Coletiva.Net

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s