Octo enfrenta problemas em estreia

A estreia do Octo, multiplataforma desenvolvida pelo Grupo RBS que substituiu a TVcom, dividiu a opinião do público. O seu conceito principal é ser aberto a sugestões e participação de todos.

A iniciativa entrou no ar, nesta segunda-feira, às 19h, apresentando situações diferenciadas à rotina de uma emissora de televisão. É composto por programas curtos, que duram menos de meia hora. As atrações são conduzidas por três apresentadores, contratados a partir de uma seleção feita junto a atores e atrizes locais. As vinhetas procuram surpreender e se sucedem constantemente no ar.

Os problemas, porém,  também foram visíveis. A luminosidade do estúdio onde acontece o trabalho de redação e produção era ruim e qualidade do som também, feitas através de softwares como o Skype. Essas situações não passaram despercebidas pelos telespectadores que enviaram comentários pelas redes sociais sobre as falhas na estreia.

Já que o canal não possui intervalos comerciais, utiliza o expediente de branded contents ou conteúdo de marca. Um dos exemplos está no fato de um dos parceiros ser uma universidade, com a qual forma conteúdos desenvolvidos em comum – pagos pela instituição.

O público pode participar do Octo através de vídeos, mensagens, sugestões e comentários nas redes sociais.

Fonte: Coletiva.Net

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s