Sindicato considera demissões no Terra como um “desrespeito aos jornalistas”

Na semana passada o portal Terra demitiu 80% dos funcionários que trabalhavam em sua redação. Os jornalistas remanescentes farão apenas o trabalho de curadoria da informação, trabalhando com notícias produzidas por veículos parceiros. O sindicato da categoria de São Paulo, preocupado com a situação, fez uma reunião para discutir o assunto. Para a entidade a empresa construiu “história de desrespeito total aos jornalistas”.

“O portal Terra tem uma trajetória de mais de 15 anos de desrespeito aos jornalistas (…) Apesar de, neste período de existência, o Terra ter contado com centenas de jornalistas a seu serviço, jamais admitiu, para fins legais, que desenvolvesse atividade jornalística”, afirmou o sindicato, em nota publicada.

Desde 2012, o sindicato tem uma ação no Ministério Público do Trabalho para que a empresa reconheça a função de jornalista no seu quadro de trabalho. Mesmo assim, as demissões ocorreram sem que os profissionais tivessem o registro de jornalista em suas carteiras de trabalho.

O Terra informou que as medidas tomadas visavam alinhar as suas unidades de negócios em várias áreas.”O Terra agradece os seus colaboradores por toda sua dedicação e trabalho”.

Fonte: Comunique-se

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s