Zero Hora lança projeto para debater o futuro do Jornalismo

Beguoci: A gente tem possibilidade de fazer muita coisa boa. Mas não vai ser sem frio na barriga.

Beguoci: A gente tem possibilidade de fazer muita coisa boa. Mas não vai ser sem frio na barriga. (foto Lúcia Pires)

A Zero Hora lançou o projeto Em Pauta ZH na última terça-feira, dia 28 de julho, no Salão Nobre do prédio corporativo do Grupo RBS, na avenida Ipiranga, em Porto Alegre. O evento, somente para jornalistas e estudantes convidados, contou com a participação do jornalista Leandro Beguoci, editor-chefe da F451, empresa de mídia que publica o Gizmodo Brasil e a Trivela; também faz parte da OrbitaLAB, um laboratório de inovação em jornalismo e mídia, e tem mestrado pela London School of Economics.  A proposta é que, ao longo do ano, sejam feitos diversos encontros com jornalistas para debater sobre o futuro da profissão.

O tema da primeira edição foi: “Por que este é o melhor momento da história para ser jornalista – O valor do jornalismo e o valor do que produzimos”. De acordo com o palestrante, este é o melhor momento para ser jornalista, “temos inúmeras possibilidades e desafios”, afirma. “A gente tem possibilidade de fazer muita coisa boa. Mas não vai ser sem frio na barriga”, ressalta Beguoci. Ele também falou da importância de termos conhecimento sobre o impacto social e a relevância do trabalho do jornalista na sociedade.

Sobre as constantes mudanças e a crise que o jornalismo vive, Beguoci ressalta, “que a gente não pode se acomodar e fazer as mesmas coisas que sempre fez, pois agora as plataformas são outras, surgem novos cargos, novas demandas. É uma ‘loucura’ fazer a mesma coisa sendo que o mercado não é o mesmo”.

A partir disso, ele trouxe cases e exemplos para os convidados, como a Times, que se considera uma produtora de conteúdo que também tem uma versão impressa; o Buzzfeed, que se diz uma “TV aberta” nas redes sociais; e a Atlantic, por exemplo, não possui editorias específicas, pois a empresa acredita que os interesses dos leitores mudam com o passar do tempo, e por isso trabalham com maleabilidade nas divisões do conteúdo.

A ULBRA foi representada no evento pelo Coordenador de Jornalismo, Deivison Campos e Vanessa Furtado, aluna do último semestre do curso, estagiária do Laboratório de Criação do Ensino a Distância. (Vanessa Furtado)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s